Centenas de trabalhadores fazem fila por R$ 40

Quem passa pela Rua Visconde de Sepetiba, no Centro de Niterói, desde as primeiras horas da manhã dessa quinta-feira (21), se depara com uma enorme fila, que está chegando na altura da Rua São João. Alguns pedestres que passaram pelo local chegaram a pedir informações para saber se a fila se tratava de oportunidade de emprego. Na verdade são os trabalhadores vinculados ao Sindicato dos Empregados no Comércio de Niterói e São Gonçalo (SEC) que estão pedindo a retirada da contribuição sindical, que custa R$ 40.

A contribuição é descontada direto do contracheque dos trabalhadores do comércio de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Rio Bonito. E de acordo com a convenção coletiva os funcionários têm até sexta-feira (22) para ir pessoalmente na sede do sindicato, em Niterói, pedir a retirada através de uma carta de oposição.

O açougueiro Leandro Souza, 38 anos, trabalha há 20 anos no mesmo estabelecimento em Itaboraí, e pela primeira vez resolveu pedir a retirada da contribuição. “Desde o início da pandemia não tivemos nenhum recurso e facilidade, por parte da direção, para ganhar a imunização contra a Covid-19. Não temos dissídio e esse sindicato não representa a categoria”, resumiu.

Quem quiser fazer o pedido basta escrever, de próprio punho, um pedido de retirada dessa contribuição. O papel deve ser levado, em duas vias, junto com a carteira de trabalho. A sede do sindicado fica na Travessa Cadete Xavier Leal, 13/15 no Centro do Comerciário, das 9h às 11h e das 15h às 17h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − sete =