CDL-Niterói lança feirão para negativados

Raquel Morais –

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL-Niterói) marcou para os dias 26, 27 e 28 de novembro o “Quita Niterói”, evento que será realizado na cidade para renegociar as dívidas de quem está com nome sujo, das 9h às 18h. A ideia é que as pessoas que estejam com nome sujo em serviços de proteção ao crédito consigam ter novamente crédito na praça, além das empresas recuperarem os créditos duvidosos. Até setembro de 2018 Niterói registrou 218.269 consumidores com nome sujo e o montante da dívida chega aos R$ 40.582.421 milhões.

Essa ação foi desenvolvida entre a CDL-Niterói e a Secretaria de Defesa do Consumidor de Niterói visto aumento de 2017 para 2018 de 5,61% na inclusão de pessoas no SPC. Empresas de serviços públicos e privados, e empresários locais vão participar do evento que tem objetivo de fazer alguma ação em relação à grande crise econômica do Estado.
“Isso é bom para as empresas e para as pessoas que terão facilidade de parcelamento e descontos para acertos totais da dívida. As pessoas com o nome limpo voltam a consumir e a movimentar o mercado, principalmente no final do ano”, explicou o presidente da CDL-Niterói, Luis Vieira.

Um niteroiense que preferiu não se identificar esteve na manhã de ontem na sede da CDL-Niterói para consultar se seu nome estava negativado para créditos. “Eu já fiquei com o nome sujo e depois consegui normalizar a dívida. Mas agora eu estou novamente com o nome sujo e, pelo menos por enquanto, não tenho condição de acertar essa dívida. Mas com essa feira eu vou tentar ver o que pode ser feito e vou tentar um parcelamento com valores baixos. Tomara que esteja dentro das minhas condições”, pontuou.

O atendimento será na sede da CDL-Niterói que fica na Rua General Andrade Neves, 31, no Centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =