CCSN convoca reunião visando combate ao roubo de cargas

Traçar estratégias visando coibir a incidência de roubos de cargas na cidade, é um dos principais objetivos de uma reunião, que ocorrerá nesta segunda-feira (22), às 11h, coordenada pelo Conselho Comuinitário de Segurança de Niterói, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), no Centro, com a presença de autoridades das áreas de segurança, representantes comércio, e de empresas seguradoras. A incidência dessa modalidade de crime em todo o estado e também na Região Metropolitana, como a cidade de Niterói, levou, segundo o presidente do CCSN a convocar o encontro, em caráter excepcional nesta segunda-feira. Outra reunião do órgão será realizada no mesmo local na próxima quinta-feira (dia 25), abordando outros temas ligados a área de segurança.

“A reunião dessa segunda-feira será para traçarmos estratégias para evitar que a incidência desse tipo de crime aumente na região. O que temos observado é que criminosos estariam vindo para Niterói e sequestrando os condutores, levando os caminhões para o interior de comunidades, como já ocorreu em localidades como a comunidade Buraco do Boi (por exemplo). Essas ações estão tendo respostas da polícia, mas precisamos tratar questões como a receptação de mercadorias, que ´e um crime tão grave quanto o próprio roubo da carga. Tem que haver uma conscientização, mostrarmos que esse tipo de atitude (de receptação) não compensa”, explicou Leandro Santiago, presidente do CCSN. O roubo de carga no estado do Rio bateu recorde em 2017, segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP). O aumento foi de 7,3%, passando de 9.874 ocorrências em 2016 para 10.599 em 2017, média de 29 casos por dia. Na capital, foram registradas 5.371 ocorrências; na Baixada Fluminense, 3.167; em Niterói e São Gonçalo, 1.586, e no interior do estado, 475.

Ainda segundo ele é necessário criar ações na cidade visando inibir a modalidade de crime. Com relação ao crime de extorsão, que segundo relatos e registros estaria sendo praticado por marginais contra comerciantes em pontos da cidade, como a Região Oceânica, por exemplo, ele afirmou: “Pedimos a população para não dar dinheiro para os criminosos. Denuncie. Temos delegados na Polícia Civil e policiais militares muitos receptivos atuando em Niterói, e (de forma sigilosa, sem expor o denunciante) vão reprimir e solucionar o caso. Também tem muita gente preferindo procurar as redes sociais, do que a polícia. Não está certo. Para abordar essas e outras questões estamos convocando inclusive a população para reuinião desse segunda e quinta-feira, no CDL”. A Câmara dos Dirigentes Lojista de Niterói fica na Rua General Andrade Neves, nº 31, Centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *