Castro diz para Freixo sair da Internet e ir trabalhar

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, e o deputado federal Marcelo Freixo (PSB), torcaram farpas, por meio do Twitter, nesse sábado (11). O motivo da discussão foi uma possível mudança no sistema de aposentadorias de policiais civis, proposta pelo Poder Executivo. Irritado ao ser questionado, Castro disse a Freixo para que “saia da internet e vá trabalhar”.

“É uma violência contra essa categoria. Ela acaba com a paridade e a integralidade dos policiais. Hoje, nesse momento, um policial civil, segundo a mensagem do governador Cláudio Castro, para se aposentar com a integralidade dos seus salários, tem que trabalhar até os 65 anos de idade. Fere direitos já conquistados por essa polícia. Espero que o governador recue”, disse Freixo.

Castro reagiu de forma irônica e negou que a paridade e integralidade das aposentarorias será afetada pela Mensagem Executiva que enviou à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Além disso, o governador acusou Freixo de estar elogiando e defendendo pautas a favor da polícia visando as eleições do ano que vem.

“Já na manhã de hoje (sábado), o secretário Alan Turnowski anunciou que, na segunda-feira (13), nós estaremos reenviando o projeto sem as alterações na questão da paridade e integralidade. Então, deputado, o senhor deveria, mais uma vez, sair da internet e ir trabalhar, porque é o que nós estamos fazendo. Também, Marcelo Freixo, quero agredecer o elogio que você fez ao programa Bairro Seguro. É tão bom quando um parlamentar que sempre jogou contra a polícia, agora, por causa da eleição, a elogia”, ironizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 8 =