Casos de estupros na Região dos Lagos aumentaram mais de 40%

Raquel Morais –

Os registros de estupro nas cinco principais cidades da Região dos Lagos aumentou 44% no comparativo entre fevereiro de 2019 e o mesmo mês de 2018. Os índices foram divulgados nessa semana pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) e mostram o aumento desse crime em Búzios, Araruama, Arraial do Cabo, Cabo Frio e Saquarema; essa última cidade registrou aumento de 900%, saltando de um registro no segundo mês de 2018 para 10 notificações em fevereiro desse ano.

O município de Búzios também teve alta no registro de estupros de 100%, de um para dois casos registrados nos meses divulgados. Já a área de Araruama e Cabo Frio tiveram queda nesse tipo de crime em 25% e 9% respectivamente; e Arraial do Cabo não teve nenhum registro. Na soma das ocorrências policiais em que o aumento foi de 44% os registros aumentaram de 18 em 2018 para 26 em fevereiro de 2019.

Dentre as apreensões de drogas, furtos e roubos totais, roubo a residência e de veículos, nos mesmos meses divulgados pelo ISP, todos os crimes apresentaram queda na soma das cinco cidades. Apreensão de drogas teve queda de 18% (129 em fevereiro de 2018 para 105 em fevereiro de 2019); os furtos caíram 25% (de 512 para 384 ocorrências); os roubos diminuíram 27% (de 235 para 170); e roubos a residência e de veículos caíram 25% cada (de 8 para 6 ; de 40 para 30 ocorrências).

BÚZIOS
O número de apreensão de drogas em fevereiro de 2018 foi 10 registros na 127ª DP contra 13 em 2019, um aumento de 30%. Já a quantidade total de furtos no mesmo mês do ano passado foi de 76 contra 63 nesse ano, queda de 17%; e de roubos aumentou 54% de 13 para 20 nos dois meses. Roubo de veículos também teve alta de 50% (de 2 para 3 casos) e roubo a residência aumentou 100%, porém foi de nenhum caso em fevereiro passado para um nesse ano.

ARARUAMA
A delegacia 118ªDP teve queda em todos os registros analisados e a redução mais expressiva foi de roubo a residência que caiu 75% (de 4 para 1 caso), seguido de apreensão de drogas que diminuiu 60% (de 63 para 25), roubos gerais que caiu 32% (de 61 para 41), furtos que diminuíram 26% (de 120 para 88) e roubo de veículo que caiu 15% (de 13 para 11 ocorrências).

ARRAIAL DO CABO
Já os registros na 132ªDP tiveram altas expressivas no número de apreensões de drogas que aumentou 112% (de 8 para 17), roubo de veículo que aumentou 200% (de nenhum caso para dois registros) e roubos totais que aumentaram 60% (de 5 para 8). Já roubo a residência diminuiu 100% (de um caso para nenhum em fevereiro de 2019) e furto total que diminuiu 25% (de 60 para 45 casos).

CABO FRIO
As ocorrências da 126ª DP também tiveram quedas nos registros. A mais expressiva foi em relação aos roubos a residências que caiu 33% (de 3 para 2), seguida dos furtos totais que caíram 32% ( de 186 para 126), roubos totais que diminuíram 29% (de 115 para 81), roubos de veículos que tiveram queda de 18% (de 18 para 13 ocorrências) e menos 14% de apreensão de drogas (43 para 37).

SAQUAREMA
O município teve alterações relevantes registradas na 124ª DP como por exemplo o aumento de 160% no número de registros de apreensão de drogas (de 5 para 13); aumento de 200% no número de roubos de residências (de nenhum para dois boletins de ocorrência); queda de 85% no número de roubo de veículos (de 7 para 1); queda de 51% nos roubos totais (de 41 para 20) e também diminuição de 11% nos furtos (de 70 para 62).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =