Caso Flordelis: pai de Anderson do Carmo chega para audiência no Fórum de Niterói

Acontece hoje a quarta audiência de instrução – do caso Flordelis – sobre a morte do pastor Anderson do Carmo, assassinado em junho do ano passado, em sua residência em Pendotiba. Foram arroladas testemunhas de defesa dos acusados pelo crime.

Uma delas é Jorge de Souza, pai de Anderson do Carmo. Ele chegou ao Fórum de Niterói por volta de 9h, acompanhado do advogado assistente de acusação, Ângelo Máximo.

Máximo afirmou não ter entendido o arrolamento de Jorge. “Não entendi a defesa o arrolar. Ele não tinha convívio direto com o Anderson, pois morava em São Paulo”, disse o advogado.

Ainda segundo Máximo, ele orientou que Jorge falasse a verdade dos fatos e contasse tudo o que sabe. “Ele não frequentava a casa e tinha a antipatia da família de Flordelis. Isso é público e notório”, complementou.

O advogado ainda afirmou que a expectativa é de que hoje se encerrem os depoimentos de testemunhas para que, na próxima audiência, seja dado início ao interrogatório. Flordelis chegou às 9h20m, acompanhada do advogado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 5 =