Casimiro de Abreu quer revitalizar setor de produção de peixe

O município de Casimiro de Abreu firmou parcerias para a regularização ambiental das propriedades rurais que possuem estrutura para a produção de peixes. O objetivo é a retomada a piscicultura, colocando a cidade novamente como referência nesta atividade na região.

O governo municipal, por meio das secretarias de Agricultura e Pesca, Meio Ambiente, e de Desenvolvimento Sustentável, também está firmando parcerias com o Governo do Estado e municípios vizinhos para criação de um cinturão da pesca em Casimiro de Abreu, Rio Bonito, Tanguá e Itaboraí, além da reabertura do Laboratório de Piscicultura do Sítio Agrícola.

Na última semana, o secretário de Agricultura de Casimiro de Abreu, Douglas Veloso, recebeu a visita dos extensionistas da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio (Fiperj), Paulo Roberto, e do secretário de Agricultura e do procurador-geral de Rio Bonito, Teilor Cerqueira e Júlio César, para reiterar o Termo de Cooperação Técnica de união de esforços para o fortalecimento da cadeia produtiva da pesca e aquicultura em toda a região. “Com isso, busca-se a recuperação da atividade, melhora da qualidade de vida dos produtores que se dedicam à atividade e fortalecimento da economia local”, ressaltou Douglas.

Acompanhados do biólogo Maurício Porto, eles conheceram a estrutura e entenderam o funcionamento do laboratório de piscicultura e dos tanques de criação dos alevinos do Sítio Agrícola, além do trabalho de regularização que vem sendo realizado junto aos produtores do município. “Os projetos de adequação têm por objetivo a obtenção da necessária licença ambiental para a operação da atividade nas propriedades”, ressaltou Maurício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =