Casal de idosos é preso por submeter adolescente à escravidão

Um casal de idosos foi preso na sexta-feira (16), em uma residência no bairro Boa Vista, em São Gonçalo, acusado de submeter uma adolescente a situação de escravidão durante onze anos. Os acusados, identificados como Jarbas Tavares Oliveira, de 71 anos, e sua esposa Rosalina Postiga Tavares, de 64 anos, estavam sendo investigados por agentes civis da delegacia 72ª, no Mutuá, em São Gonçalo, com apoio do Ministério Público Estadual e da 76ª DP, no Centro de Niterói.

Órfã de pai e mãe, a adolescente foi trazida da cidade de São Mateus, no interior do estado do Espírito Santo, com apenas 13 anos de idade, com a finalidade de trabalhar como empregada doméstica na residência do casal. Durante aproximadamente 11 anos, entre 1989 e 2000, a vítima foi submetida à vontade dos idosos sofrendo frequentes humilhações, sendo agredida física e verbalmente, além de ser submetida a trabalhos forçados, cumprindo uma jornada de trabalho exaustiva, sem folgas, sem nunca ter recebido salário e sem sequer ter a oportunidade de frequentar a escola. Ela ainda era proibida de ver televisão, sair de casa sozinha, fazer qualquer contato com os irmãos e não possuía documentos, apenas uma Certidão de Nascimento.

A vítima conseguiu fugir da casa aos 25 anos e pedir socorro a um vizinho depois de ser agredida pelo casal. Os fatos vieram à tona algumas semanas depois e a investigação foi iniciada quando o Ministério Público de São Gonçalo recebeu uma carta anônima narrando todo sofrimento vivido pela vítima.

Condenados há uma pena de seis anos de prisão cada um, por submeterem a vítima à condição análoga à de escravo, o casal foi localizado e preso por Policiais Civis da 76ª DP (Niterói) e foram encaminhado ao sistema penitenciário onde iniciará o cumprimento da pena imposta pela justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =