Casa Norival de Freitas passará por processo de escoramento

A Casa Norival de Freitas, na Rua Maestro Felício Toledo, no Centro de Niterói, poderá ganhar em breve algumas intervenções. Foi publicado no Diário Oficial a homologação da licitação para a empresa fazer a intervenção, no caso o escoramento do antigo casarão datado de 1921. O contrato para a obra será assinado na próxima semana e a empresa terá quatro meses para concluir o serviço e escorar o Solar Notré Revê’, com orçamento de R$ 928.980 mil.

As intervenções terão que abranger a manutenção dos locais escorados, a segurança da área escorada observando coerência com as quantidades e capacidades de carga dos equipamentos existentes, conforme foi publicado no Diário Oficial. Atualmente a Casa está com alguns tapumes para proteção de janelas, portas e até a escada que dá acesso ao segundo andar. Os portões não possuem mais as tábuas que foram colocadas há uns meses para esconder a movimentação, provavelmente de moradores de rua que estavam no imóvel.

A historiadora Nani Rodrigues disse estar feliz com a restauração.

“Esse é um equipamento importantíssimo para a cidade do ponto de vista histórico, de memória, arquitetônico. Um dos únicos exemplares ainda remanescentes na paisagem urbana de arquitetura do início do século XX. Reflete os áureos tempos de Niterói na época da capital. A casa tinha algumas curiosidades incríveis que pelo aspecto da degradação a gente não consegue ver mais. Entrei lá há 14 anos e é belíssima com azulejos coloridos com ornamentos no teto. Que ela seja restaurada e que a gente possa aproveitar muito”, contou.


A Fundação de Arte de Niterói (FAN) informou que a obra será realizada por empresa especializada que irá contemplar todos os apontamentos feitos pelo laudo da Secretaria Municipal de Defesa Civil e Geotecnia, em agosto de 2019, que apontava sinais de anomalias estruturais. O Ministério Público também fez uma visita ao local e detectou a necessidade da abertura do processo de licitação.

A contenção tinha sido liberada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) no ano passado e o Departamento do Patrimônio Cultural e Natural do instituto ainda tinha informado a necessidade de um anexo para começar então a restauração da casa. O Inepac foi questionado novamente sobre o imóvel mas até o fechamento dessa edição não se manifestou.

O casarão agora pertence a FAN e nela vai funcionar a Escola de Música Arthur Maia, em homenagem ao baixista que faleceu em dezembro de 2018. O conceito é que seja um espaço para as artes, não somente uma escola de música, além de ser sede para o Programa Aprendiz Música na Escola.

HISTÓRIA

Segundo o Departamento de Preservação do Patrimônio Cultural (Depac) o Solar foi construído em 1921 para servir de residência de Norival de Freitas, advogado e político fluminense. O prédio apresenta-se em estilo eclético romântico. A imponência da edificação em dois pavimentos é suavizada pela delicadeza dos ornamentos, plenos de curvas e guirlandas que se expandem pelas paredes e sacadas. Seu interior é decorado com pinturas pouchoir, revestimentos importados, caixilharias de vidros coloridos e ainda azulejaria e serralheria art nouveau. O torreão possui beiral sustentado por singulares mãos francesas em madeira. A escada de acesso e estrutura das varandas são de ferro fundido. Sobre a sacada, encontra-se a inscrição “Notre Rêve” (nosso sonho). Desapropriado pela Prefeitura em 1979, foi parcialmente destruído por incêndio em 1984. Em 1991, esta realizou obras de consolidação e atualmente o Núcleo de Restauração de Bens Culturais de Niterói se dedica ao projeto de restauração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 14 =