Carlos Jordy quer tirar Deuler da Rocha e ser o candidato do PSL a prefeito de Niterói

O deputado federal Carlos Jordy (PSL) decidiu finalmente brigar pela Prefeitura de Niterói. Nome fortemente cotado para a disputa eleitoral deste ano, ele não havia requerido a oportunidade até segunda-feira (14), quando enviou ao diretório municipal do partido uma notificação em que reivindica essa sua intenção ao presidente, o delegado federal Deuler da Rocha, que é o próprio candidato a prefeito da cidade pelo PSL.

No documento, o deputado menciona a Lei nº 9.504/97 e o artigo 52 do próprio estatuto do partido que garante voz e voto aos filiados em todas as decisões do diretório, mas que “soube por terceiros que a realização da Convenção do Diretório Municipal para a escolha dos candidatos ao pleito municipal de 2020 ocorreria na presente data, 14/09/2020”.

“Não anunciei antes porque estava em diálogo com apoiadores, até que chegamos a esse entendimento. Ao mesmo tempo oficializaram o Deuler sem me consultar. E o estatuto do partido determina que haja prévias no caso de mais de um pré-candidato. Antonio Rayol viria como vice da minha chapa. Mas, se a Executiva municipal não me atender, obviamente recorrerei às vias judiciais”, assegurou Jordy à TRIBUNA.

Na última sexta-feira à noite (11/09), o parlamentar participou – ao lado do também deputado federal Eduardo Bolsonaro – de um encontro de bolsonaristas que aglomerou mais de 400 pessoas no clube Canto do Rio. Na ocasião, deu apoio aos pré-candidatos a vereadores pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC) e Podemos, aos quais se referiu como “verdadeiros bolsonaristas”, e sequer mencionou o prefeitável e presidente municipal do seu partido, o delegado Deuler. Desde que o presidente da República, Jair Bolsonaro, rompeu com o PSL e se desfiliou, o deputado niteroiense ficou do lado dele e rompeu com a direção do partido e seus membros mesmo ainda estando filiado.

A Executiva municipal do PSL informa que não recebeu a notificação neste sentido até a realização da convenção ontem (14), à qual, apesar do convite feito presidente regional do partido, deputado federal Felício Laterça, Carlos Jordy não compareceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 13 =