CaRIOca ProgFestival 2019 tem início marcado no Municipal de Niterói

Rio e Niterói voltarão a reverberar os acordes complexos e virtuosísticos do rock progressivo. Com realização da Vértice Cultural e da BeProg – feliz parceria que vem promovendo com sucesso a cena progressiva no Rio – o CaRIOca ProgFestival chega a sua 3º edição, sem patrocínio, com fôlego extra e promovendo, desta vez, mais do que o dobro de atrações dos anos anteriores. De 31 de agosto a 25 de outubro, o festival levará 12 bandas de todo o país, em 13 apresentações, para o Centro Cultural Justiça Federal (Centro), Centro da Música Carioca (Tijuca), Solar de Botafogo e Teatro Municipal de Niterói, onde o festival se inicia e termina. Em todos estes, uma seleta programação em conformidade com o elevado padrão técnico e artístico, característicos do estilo.

Abrindo o CaRIOca ProgFestival 2019, a banda Kaizen, formada em 1992, sobe ao palco do Theatro Municipal de Niterói, dia 31 de agosto, sábado, às 19h, lançando o seu álbum “Áquila”, em cd e vinil. Nome consagrado no circuito do rock progressivo, o grupo realiza um trabalho autoral utilizando instrumentos como violino, bandolim, guitarra, sintetizadores, baixo e bateria. Aportando no Rio, o festival recebe os cariocas da Tempus Fugit – expoente do estilo já com 4 CDs lançados e um DVD registrado no festival Progfest2000 (Los Angeles – EUA) – no dia 5 de setembro, quinta-feira, no Centro da Música Carioca, Tijuca, relançando o icônico álbum “The Down after the Storm”, agora remasterizado e com faixas adicionais. Os ingressos custam R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia-entrada).

A programação completa pode ser conferida nas redes sociais do CaRIOca ProgFestival 2019. Mas o término do evento será encerrado com chave de ouro com a lendária Bacamarte, que celebra seus 45 anos de formação com um show imperdível, dia 25 de outubro, às 20h, no Teatro Municipal de Niterói. Fundada em 1974 por Mario Neto e Sergio Vilarim, a banda veio a gravar de forma independente o álbum “Depois do Fim”, em 1979, porém só lançado em 1983, quando, após ter suas músicas entre as mais tocadas pela Fluminense FM, foi aclamado por público e crítica como uma verdadeira obra-prima do rock progressivo. O álbum vendeu milhares de cópias em países como Alemanha, Itália, Rússia e, principalmente, Japão. A banda é formada por Mario Neto (guitarra e violão), Marcus Moura (flauta e acordeon), William Murray (contrabaixo), Robério Molinari (piano e teclados) e Alex Curi (bateria), com a participação especial da cantora Jane Duboc. 25/10 (sexta-feira) – BACAMARTE (Rio de Janeiro)
Os ingressos custam R$ 160 (inteira) e R$ 80 (meia-entrada). O Teatro Municipal de Niterói fica na Rua XV de Novembro, 35 no Centro. Mais informações pelo telefone (21) 2620-1624.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 9 =