Três suspeitos são mortos em confronto no Buraco Boi

Augusto Aguiar –

Três suspeitos foram mortos no final da manhã desta segunda-feira (06), durante um confronto com policiais militares na comunidade do Buraco do Boi, no Barreto. Segundo os agentes do 12º BPM s, assim que eles entraram foram recebidos a tiros pelos traficantes.

Entre os mortos está um jovem de 16 anos. Junto aos corpos, os PMs encontraram uma metralhadora calibre 9mm, uma pistola e um revólver. Além de 175 papelotes de Maconha e 336 Papelotes de Cocaína. O caso foi registrado e segue sendo investigado pela Divisão de Homícidios (DH).

Carga de botijões de gás é recuperada no Barreto
No último sábado (04), também na comunidade Buraco do Boi, uma carga de botijões de gás que havia sido roubada junto a um caminhão que os transportava para dentro da localidade. De acordo com a PM, foram recuperados 296 botijões de gás numa parte da comunidade conhecida como Caixa D’Água. Não foram registrados confronto ou prisões no interior da comunidade.

Uma das ações criminosas realizadas pelo tráfico em várias comunidades do Rio, de São Gonçalo, e de Niterói, e investigada pela Polícia Civil é a exploração da venda ilegal de botijões de gás. Um dos exemplos mais recentes é a comunidade da Rocinha, onde ocorreu uma violenta disputa pelo controle da venda de drogas. Na região, moradores denunciaram essa prática criminosa. Muitos moradores afirmaram que estavam sendo vítimas de extorsão por parte dos traficantes de drogas. Segundo eles, na comunidade só uma pessoa estava autorizada pelos bandidos a vender gás, com o preço definido de quase R$ 100, de acordo com vários informes, muito mais caro do que o preço comercializado em outros bairros da cidade.

Em Niterói, há algum tempo, policiais civis da 78ª DP (Fonseca) investigavam denúncias de que em outra comunidade da Zona Norte, traficantes, além da venda de entorpecentes, também estariam explorando a venda gás de cozinha e garrafões de água. A mesma prática criminosa ainda é realizada grupos de milicianos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *