Carcaça de baleia jubarte é removida da orla de Maricá

Foi removida a carcaça da baleia jubarte encontrada morta nessa quinta-feira (24), na Praia de Ponta Negra, em Maricá, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O animal foi o segundo do tipo a ser encontrado morto na cidade, em pouco mais de 24 horas.

O animal, que era filhote e tinha cerca de 8 metros de comprimento, foi retirado da areia da praia com auxílio de uma retroescavadeira da autarquia de Serviços e Obras de Maricá (Somar). A carcaça foi levada ao Centro de Tratamento de Resíduos do Anaia, em São Gonçalo.

Antes da remoção, uma equipe do Laboratório de Mamíferos Aquáticos e Bioindicadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Maqua/UERJ) realizou necrópsia no corpo do animal, a fim de determinar a causa da morte. A possibilidade mais provável é que tenha havido inanição, após o filhote se afastar da mãe.

Itaipuaçu

Uma baleia foi encontrada morta, na noite de terça-feira (22), na Praia de Itaipuaçu, em Maricá. Moradores, que passavam pelo local, notaram a presença do animal e acionaram as autoridades, comunicando o fato, para que fossem tomadas as providências necessárias. Segundo relatos, a baleia ficou encalhada entre as ruas 70 e 83, na orla do distrito. Equipes especializadas estiveram no local, na manhã de quarta-feira (23), para coordenar os trabalhos de remoção do corpo do animal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + oito =