Candidatos de concurso de Rio Bonito cobram investigação ao TJ

Wellington Serrano

Cerca de 64 candidatos ao concurso público da Prefeitura de Rio Bonito, cujo resultado foi divulgado no último sábado, saíram de ônibus rumo à capital, onde entregaram nesta terça-feira (25) uma representação no Tribunal de Justiça pedindo a investigação de fraudes no certame para fiscal de posturas. As provas foram elaboradas pela Consulpam.

De acordo com a representação, os nomes dos cinco primeiros candidatos são de ex e atuais funcionários de importantes cargos das prefeituras de Rio Bonito e Itaboraí e da Câmara de Vereadores de Rio Bonito. Um dos aprovados, inclusive, é filho de um prefeito. Um outro foi já foi subsecretário.

O concurso só oferecia cinco vagas efetivas e os nomes instigaram a curiosidade de outros candidatos. Eles fizeram uma breve pesquisa na internet e conseguiram identificar o envolvimento político dos cinco aprovados.

“Todos nós estamos vendo que há algo errado. Quem faz concurso sabe quem está estudando há muito tempo e esse concurso é difícil. Os nomes dos aprovados são desconhecidos, por isso a desconfiança”, disse o presidente do Sindicato dos Fiscais Tributários do Leste Fluminense, Renato Poubel.

Segundo a servidora Gilma Martins, uma das organizadoras da manifestação, o objetivo da ação é representar a indignação da população de Rio Bonito com toda a corrupção que vem acontecendo. “Estamos empenhados na denúncia que acontece em nosso Município. Vamos comprovar a fraude no concurso e o envolvimento de políticos da Câmara. Com isso, vamos provar a falta de decoro parlamentar e a cassação de mandatos”, lamentou.

Por telefone, a Consulpam informou que até o momento não recebeu denúncia ou reclamação com relação à prova e que qualquer decisão será publicada no site da empresa. A prefeitura de Rio Bonito também foi procurada, mas não respondeu até o fechamento.

O Tribunal de Justiça informou que vai abrir procedimentos investigatórios e reunir elementos para caracterizar as supostas ilegalidades.

Um comentário em “Candidatos de concurso de Rio Bonito cobram investigação ao TJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *