Candidatos apresentam propostas para transportes, saúde e turismo

Anderson Carvalho e Raquel Moraes –

Nem só de segurança pública falam os candidatos a governador. Ontem, durante atividades de campanha por diversas regiões, eles apresentaram propostas para a melhoria do transporte coletivo, saúde, incentivo às vocações econômicas de cada município e turismo. A vice de Tarcísio Motta (PSOL), Ivanete Silva, esteve na Cantareira, em Niterói, de manhã, já que o candidato não pôde cumprir agenda na cidade. Ela estava acompanhada de candidatos a deputado federal e estadual da legenda.

Ivanete apresentou propostas para melhorar o transporte coletivo.

“Em Niterói percebemos que o transporte tem sido uma luta diária, seja o aquaviário ou terrestre. Vamos tentar a integração entre os modelos de transporte e além disso muitas outras questões merecem atenção, como a saúde pública que está sucateada”, pontuou.

Índio da Costa (PSD) afirmou que vai licitar a gestão da Ceasa e conceder à iniciativa privada, durante visita à central de abastecimento, em Irajá, após ouvir queixas de produtores rurais.

“A minha proposta para a Ceasa é fazer uma concessão através de licitação para que técnicos administrem a central. Hoje, ela está entregue a grupos políticos, cuja prioridade tem sido a campanha eleitoral e não cuidar da Ceasa”, disse o candidato.

Anthony Garotinho (PRP) panfletou ontem nos municípios de Paracambi, Paulo de Frontin, Mendes e Miguel Pereira. Ele prometeu regularizar o transporte alternativo.

“Vamos legalizar o sistema de transporte alternativo regularizando e organizando as vans em todo o estado. Vamos conceder novas permissões para linhas no interior e região metropolitana. Vai ser implantado um Programa de Capacitação para os motoristas do sistema, além da redução de 50% no valor do IPVA dos veículos, que serão vistoriados a cada dois anos”, garantiu. Ele não divulgou agenda de hoje.

Eduardo Paes (DEM) fez campanha em Aperibe, São Sebastião do Alto, Santa Maria Madalena, Trajano de Moraes, Macuco, Cordeiro, Duas Barras, Bom Jardim e Nova Friburgo, onde defendeu a necessidade de investimentos por parte do governo nas vocações econômicas de cada cidade.

“Temos que identificar as vocações econômicas de cada região do estado. É fundamental o apoio do governo do estado pro interior, para desenvolver essas vocações econômicas e permitir a geração de emprego, renda e riqueza na própria região”, declarou o democrata.

Wilson Witzel (PSC) esteve na Tijuca, na Zona Norte do Rio, onde conversou com eleitores e depois palestrou para estudantes de Direito na Universidade Nova Iguaçu, em Nova Iguaçu.

“Conversando com as pessoas aqui na Tijuca eu vi que, além da segurança, a saúde é a grande preocupação delas. Expliquei que com o nosso programa ‘Saúde Integral – Sem Filas’ nós vamos oferecer consultas médicas particulares, aumentando a oferta para além da rede pública. Pagaremos para os médicos a tabela do SUS e mais um complemento do Estado. Nós iremos também reabrir as Casas de Saúde para termos os leitos de retaguarda”, explicou Wilson.

Marcelo Trindade (Novo) afirmou que o combate à corrupção depende de exemplo de governantes, em corpo a corpo no Centro do Rio.

“O exemplo vem de cima. Se o governador não é sério, o secretário não é sério, se o membro do Tribunal de Contas é preso, se o presidente da Assembleia Legislativa é preso, se todo mundo é preso, você não consegue extirpar a corrupção para baixo. Você precisa botar gente séria no governo”, afirmou.

Pedro Fernandes (PDT) se encontrou com lideranças em Campo Grande.Romário (Podemos) esteve em Macaé, Rio das Ostras, Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Araruama e Saquarema.

Os demais candidatos não divulgaram a agenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =