Campanha de Vacinação Antirrábica Animal acontece neste sábado em Niterói

Acontece neste sábado (07) a campanha de vacinação antirrábica animal deste ano. Serão ao todo, 74 postos de atendimento em Niterói, funcionando das 8 horas às 17. Poderão ser vacinados cães e gatos com idade a partir de 3 meses. A raiva é uma doença que apresenta quase 100% de letalidade em humanos. No meio urbano ele pode ser transmitida principalmente por cães e gatos. As vacinas são gratúitas.

O Centro de Controle de Zoonoses de Niterói lembra que os donos de animais tem que ter alguns cuidados para levar seus ‘pets’ para vacina. Cães devem ser conduzidos em coleiras – se forem de grande porte também é aconselhável o uso de focinheira; já os gatos devem ser levados em caixas de transprote ou dentro de algum tipo de bolsa, uma vez que se estressam facilmente e podem fugir. Não é recomendado que crianças sozinhas conduzam animais para vacinar.

O chefe do Centro de Controle de Zoonoses de Niterói, Francisco de Faria Neto, afirma que a campanha é uma estratégia de sucesso que vem mantendo os animais de estimação e a população longe da doença.

“Os proprietários dos animais não devem deixar de levar seus cães e gatos para a essa campanha tão importante que ocorre uma vez por ano. A raiva é uma doença fatal, portanto a vacinação garante proteção para os animais e todas as pessoas da nossa região”, alertou Francisco, lembrando que o ultimo caso registrado, em Niterói, de raiva em humanos foi há mais de 30 anos, graças a esse trabalho de prevenção.

De acordo com a Ministério da Saúde, a segurança e a eficácia das vacinas para pessoas e animais são uma das estratégias mais importantes para o controle da raiva. Por isso, animais domésticos devem ser vacinados anualmente contra a doença. Apesar de a doença ser 100% evitável, ainda hoje, milhares de pessoas morrem da doença a cada dia em todo o mundo. Em 2017, foram registrados 3 óbitos de pessoas por raiva no Brasil.

“Distribuímos a vacina a animais porque é reconhecido que a proteção desses animais domésticos previne a transmissão da raiva em humanos”, explica o coordenador de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Sérgio Nishioka. . “Destaco que mesmo que a pessoa seja mordida por um bicho vacinado, isso não muda a conduta da pessoa procurar uma unidade de saúde para avaliar se é necessária a proteção da vacina humana”, completa.

A lista completa de locais que terão a vacinação neste sábado, pode ser vista aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 6 =