Câmara Municipal de Niterói homenageia Carlos Lupi e Ciro Gomes, ambos do PDT

O atual prefeito de Niterói, Axel Grael, e o antigo, Rodrigo Neves, estiveram presentes na cerimônia que aconteceu na segunda-feira (12)

Importantes nomes do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Carlos Lupi, presidente da legenda, e Ciro Gomes, ex-governador do Ceará, foram homenageados pela Câmara Municipal de Niterói na segunda-feira (12). O primeiro recebeu o título de Cidadão Honorário Niteroiense e o político cearense recebeu a Medalha José Clemente Pereira. O autor da iniciativa foi o vereador Binho Guimarães, que também é integrante do partido.

Durante o discurso de agradecimento, Lupi relembrou o início de sua vida profissional, quando saía de Santa Teresa, na Região Central do Rio, para trabalhar em uma banca de jornal também localizada no centro na cidade para depois vir estudar em Niterói, na Faculdade do Centro Educacional de Niterói.

“Eu acordava por volta de 1 da manhã e passava nas sedes dos jornais para pegar os exemplares para vender nas bancas. Trabalhava até meio-dia e depois pegava a barca. O tempo da travessia era o momento que eu conseguia dormir para conseguir estudar aqui em Niterói. Fiz esse esforço porque vi minha mãe se formar na faculdade aos 50 anos. E eu devo minha formação a ela. E hoje ela pode se orgulhar de me ver cidadão da cidade onde me formei”, afirmou Lupi.

Lupi também falou por diversas vezes que acredita que Niterói vai ajudar a eleger Rodrigo Neves governador do estado do Rio e Ciro Gomes presidente do Brasil.

Binho Guimarães (esquerda) e Carlos Lupi (direita). Foto: Sérgio Bonelli

Ciro discursou por aproximadamente 30 minutos, onde fez duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro e ao bolsonarismo, ao qual chamou de “boçal e assassino”. Ele também recordou que já foi contemplado com o título de Cidadão Honorário de Niterói há 20 anos pelo “então jovem” vereador Comte Bittencourt.

Após a cerimônia, o candidato a presidente em 2018 e pré-candidato em 2022 falou em entrevista coletiva de que forma Niterói pode ser um modelo de desenvolvimento para o restante do país.

“O que Niterói faz é um exemplo para todo o país, e a gente tem que mostrar para a juventude, que está, com razão, muito descrente da política, que existem exemplos bons na política. Niterói é um deles. Outras cidades também se encaixam nisso, onde é possível ver uma política limpa, respeitada, e que produz resultados reais e concretos dentro do cenário trágico que o nosso povo vive. Há situações boas em alguns municípios no Ceará e no Rio Grande do Sul, mas Niterói é a nossa estrela maior nesse sentido”, destacou Ciro.

Binho Guimarães (esquerda) e Ciro Gomes (direita). Foto: Sérgio Bonelli

Axel relembra atuação durante a pandemia e Neves fala dos principais desafios do estado

O prefeito de Niterói, Axel Grael, foi o primeiro a falar no evento. Relembrando as ações da prefeitura na atuação da pandemia, tanto no aspecto econômico, como a criação de programas sociais, como no combate à Covid, ele argumentou que a cidade teve medidas que muitos municípios do Brasil não tiveram. E ele acredita que o país e o estado só têm a ganhar com a eleição de Ciro Gomes e Rodrigo Neves.

Já o ex-prefeito niteroiense lamentou a atual situação do estado do Rio, criticando o negacionismo de Jair Bolsonaro, mas sem citá-lo. Além disso, ele falou que o estado “tem solução” e afirmou de um projeto para reconstruir o Rio. Mas, para isso, argumentou que é necessário ter o “diálogo com o setor religioso e produtivo” com propostas sólidas “para além da esquerda e da centro-esquerda”. E ele finalizou dizendo que isso será possível ser apresentado à população fluminense “com clareza no início do ano que vem”.

Gabriel Gontijo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.