Câmara dos Vereadores de Niterói anuncia projeto para memorial em homenagem às vítimas da Covid-19

Niterói pode ganhar no futuro um memorial em homenagem às vítimas do novo coronavírus. A informação foi divulgada hoje pela Câmara de Vereadores de Niterói, depois da aprovação, em primeira discussão, do projeto de lei 95/2020 de autoria do vereador Ricardo Evangelista (Republicanos)

Segundo o vereador, no projeto, é sugerido que o memorial seja feito na Praça da Republica, no Centro, mas ele disse que é o prefeito Rodrigo Neves (PDT) que irá escolher o local. “A pandemia é pior que a segunda guerra mundial. Minha ideia é ter um local em que as pessoas que perderam seus entes queridos tenham um local para prestar um tributo, por isso acho importante o local de reflexão”, disse o vereador.

De acordo com Evangelista, esse projeto mostrará a esperança para dar força a muitos que enterraram seus familiares sem nenhum velório. “O espaço vai representar a nossa ternura aos que se foram e o respeito pelos que ficaram com a saudade”, declarou o vereador que ainda vai conversar com o projeto sobre o projeto arquitetônico.

Na reunião plenária a Câmara deu prosseguimento a análise, debate e votação de matérias, propostas pelo Executivo e dos vereadores, referentes à pandemia provocada pelo novo coronavírus. Na ocasião foram aprovados em primeira discussão: o Projeto de Lei 109/2020, que dispõem sobre a obrigatoriedade de realização de teste de diagnóstico para o sars-cov-2 (covid-19), em docentes e funcionários da rede básica de educação pública e privada de Niterói, antes do retorno das aulas presenciais, dos vereadores Rodrigo Farah (MDB) e Paulo Eduardo Gomes (PSOL). E também o que estabelece a obrigatoriedade de uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) no município de Niterói durante o período de emergência, declarado em função da Covid-19, de Betinho (PCdoB).

Também foram aprovados um projeto que estabelece a obrigatoriedade da disponibilização de álcool gel no interior dos ônibus da cidade de Niterói, e que torna obrigatório para que farmácias e drogarias aceitem cópia da receita médica para remédio controlado, além de outro projeto que obriga as instituições financeiras a oferecerem máscaras e álcool em gel para os clientes que estiverem presencialmente em agências bancárias e por último um projeto de lei que torna todas as informações pertinentes aos processos de contratações emergenciais e de celebração de convênios firmados e realizados pelo município de Niterói enquanto perdurar o estado de emergência decorrente do surto de Covid-19 obrigadas a passar pela Câmara, dos vereadores Casota (PSDB) e Bruno Lessa (DEM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *