Câmara de Niterói define comando das comissões permanentes

Anderson Carvalho

Após reuniões, atos públicos, conversas nos bastidores e até postagens nas redes sociais, os vereadores de Niterói chegaram nesta quinta-feira (16) a um consenso em relação ao comando e composição das 16 composições permanentes da Câmara Municipal. Não foi fácil e por pouco a decisão de algumas comissões, como a de Direitos Humanos, da Criança e do Adolescente, disputada por Talíria Petrone (PSOL) e Carlos Jordy (PSC), ficou para a semana que vem. A Casa decidiu que a primeira vai presidir esta comissão e o segundo, a de Educação.

Outra comissão disputada, a de Saúde e Bem Estar Social, que era pleiteada pelo atual presidente, Paulo Eduardo Gomes (PSOL) e Paulo Velasco (PT do B), continuará com o psolista. Velasco vai presidir a de Fiscalização das Fundações Municipais, Autarquias e Empresas Públicas. Sandro Araújo, que pleiteava a de Educação, presidirá a de Esporte, Lazer e Turismo.

Carlos Macedo (PRP), que no ano passado presidia a de Desenvolvimento Econômico e Indústria Naval, voltará a comandar a de Fiscalização Financeira, Controle e Orçamento, que presidia até 2012. A outra comissão ficará com Ricardo Evangelista (PRB). A de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, que na legislatura passada estava com Henrique Vieira (PSOL) – não reeleito – vai ficar com Bruno Lessa (PSDB).

A de Habitação e Regularização Fundiária, com Bira Marques (PT), suplente de Verônica Lima, do mesmo partido, que está licenciada. Betinho (SD), suplente do licenciado Andrigo (do mesmo partido) vai comandar a do Idoso, da Mulher e da Pessoa com Deficiência. A do Consumidor e Direitos do Contribuinte, com Gabriel de Oliveira (PTB), suplente do petebista Renatinho da Oficina. A de Administração, Estatística e Servidores Públicos, com Paulo Henrique (PPS), suplente do licenciado Luiz Carlos Gallo (PSL). A Comissão de Constituição e Justiça e Redação Final continua com Rodrigo Farah (PMDB), a de Urbanismo, com Beto da Pipa (PMDB), e a de Cultura, Comunicação e Patrimônio, Leonardo Giordano (PC do B).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =