Calor exige atenção com a conta de luz

Raquel Morais

A Enel Distribuição Rio divulgou que no último trimestre de 2020 a empresa registrou um aumento de 8,7% no consumo de energia em residências no comparativo com o mesmo período de 2019. A chegada do verão e as temperaturas elevadas chamam atenção para o cuidado com o consumo de energia que está muito além do ar condicionado e do ventilador. Bebedouros, geladeira e freezer são equipamentos que também consomem mais energia em épocas mais quentes já que precisam manter a temperatura programada; já que são usados mais vezes.

De acordo com a Enel algumas mudanças de comportamento podem minimizar os custos com energia elétrica, como por exemplo, preferência para lâmpadas LED; na hora de comprar um eletrodoméstico o Selo Procel de Economia de Energia classe A; não usar benjamim (conhecidos como ‘ts’; desligar o ventilador ao sair do ambiente; comprar o equipamento com potência adequada ao tamanho do local; não utilizar a parte de trás da geladeira para secar objetos; e tomar banho mais rápido, são exemplos de ações que podem melhorar a economia.

“Medidas simples, como diminuir a temperatura do chuveiro, usar o micro-ondas para descongelar alimentos e abrir a geladeira com menor frequência, podem impactar significativamente no valor da conta. Também é importante verificar as instalações internas da residência periodicamente, pois instalações antigas, com fios velhos ou muitas emendas, causam desperdício de energia e podem até causar incêndios”, completou Luis Felipe Diniz, responsável pelo setor de faturamento da concessionária.

Outra dica para economizar a questão da ‘conta de luz’ é a placa de energia solar. De acordo com uma administradora de imóveis o percentual de economia média anual com a energia solar pode chegar a 62% da conta de luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =