‘Caça aos agiotas’ continua para prender foragidos

Policiais civis da 76ª (Niterói) seguem no encalço de foragidos pelo crime de agiotagem. A ação mais recente aconteceu na manhã desta sexta-feira (9), no bairro Jardim Gramacho, em Duque de Caxias. O acusado, identificado como F. A. F., de 44 anos, conhecido como “Queiroz”, também era alvo da Operação Infestus, deflagrada, em 2019, pela 44ªDP (Inhaúma), para desarticular quadrilha especializada na prática.

De acordo com a distrital, este é o décimo preso da Operação Ábaco, como a 76ªDP batizou as ações para captura de foragidos da Infestus. Queiroz, que estava foragido havia 3 anos, estava escondido no município da Baixada Fluminense. Ele foi encontrado com base em informações resultantes das atividades de inteligência da delegacia cujos dados analisados apontavam a sua provável localização.

Ainda de acordo com a distrital, Queiroz é o quarto preso pela prática, apenas nesta semana. Em declaração publicada na edição desta sexta-feira (9) de A TRIBUNA, o delegado Luiz Henrique Marques Pereira, titular da 76ªDP, afirmou que as ações para capturas de acusados por agiotagem seguirão, à medida que a equipe policial receba informações referentes às localizações dos acusados.

“A gente está prendendo essas pessoas envolvidas em agiotagem. A gente tem sempre intenção de prosseguir. Estamos capturando pessoas que já têm mandado de prisão e não foram presas, a gente só está cumprindo. Sempre que surgirem informações dando conta do paradeiro dessas pessoas vamos cumprir”, explicou o delegado.

Casos anteriores

Na noite de terça-feira (6), policiais civis prenderam mais um foragido da Operação Infestus. O acusado, de iniciais P. P. S. de M., de 54 anos, tinha cinco mandados de prisão, preventivas e temporárias, pendentes. Ele responde pelos crimes de organização criminosa e extorsão.

Na manhã de segunda-feira (5), os policiais localizaram o acusado conhecido como Braga, de 42 anos. Ele era um dos alvos da Operação Infestus. Braga foi capturado na Rua Andrade Neves, no Centro de Niterói, com base na análise e sistematização de dados de inteligência produzidos pela distrital. Segundo as investigações, o acusado estava foragido desde outubro de 2019 e era responsável pelo setor de cobranças da quadrilha.

Durante a tarde, policiais da distrital capturaram, em Cabo Frio, um integrante de outra organização criminosa, especializada na mesma prática. Os agentes encontraram o criminoso conhecido como “Pit”, de 44 anos, no município da Região dos Lagos. De acordo com a 76ª DP, ele estava foragido havia mais de seis anos, com mandado em aberto por crime de extorsão, com base em apuração da 123ª DP (Macaé) e do Gaeco.

Vítor d’Avila

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 − 1 =