Cabo Frio inaugura centro de tratamento de pós Covid

Um centro de tratamento pós covid será inaugurado em Cabo Frio na segunda-feira (22), às11h, no Centro Municipal de Reabilitação, no bairro Novo Portinho. A unidade vai realizar atendimentos fisioterápicos para quem apresentar sequelas da doença.

O serviço funcionará de segunda a quinta, das 7h às 18h, atendendo até quatro pacientes por hora. A iniciativa é voltada para moradores de Cabo Frio e tem como objetivo a melhora geral do quadro do paciente. Para agendar um horário é necessário fazer uma avaliação presencial no Centro de Reabilitação, e apresentar xerox do cartão do SUS, RG, CPF e comprovante de residência.

A implantação do setor era uma das metas do secretário de Saúde, Felipe Fernandes, para os primeiros 100 dias de gestão. “A dimensão da pandemia faz com que atuemos em várias frentes, pois o alcance da doença reflete em inúmeros setores da sociedade. O setor de pós-Covid é uma conquista muito importante pois vai trazer mais qualidade de vida para a população no enfrentamento às sequelas da doença”, afirmou o secretário.

O paciente deve comprovar que reside no município e comprar que teve a doença por meio de exame complementares como o PCR, tomografia do tórax, sorologia imunológica. Poderão se tratar no Centro aqueles que ainda tiverem sintomas como dispneia, fadiga, tosse crônica, cansaço, falta de ar, perda de memória, disfunção cognitiva, dor no peito em aperto e baixa tolerância ao exercício.

“Pessoas que apresentaram os sintomas pós Covid-19 têm dificuldade de retorno às atividades diárias como trabalhar, fazer exercícios físicos, limitações para executar tarefas domésticas. Após avaliação completa e tratamento, o paciente começa a apresentar melhoras no desempenho, passa a ter ganho de força. Assim, progressivamente, passa a melhorar no quadro geral”, explicou o fisioterapeuta Jay Brasileiro, superintendente de Reabilitação.

Segundo ele, o projeto foi idealizado pela fisioterapeuta Tatiana Ribeiro, coordenadora de Reabilitação Hospitalar, e está amparado dentro da Coordenação de Reabilitação Ambulatorial, cuja responsável é a também fisioterapeuta, Mariana Chapeta.

O serviço é desenvolvido por equipe multidisciplinar que realiza avaliação individual e estabelece qual o programa de atendimento específico à necessidade de cada paciente, conforme as sequelas de pós Covid-19 apresentadas. Entre as medidas de tratamento constam fisioterapia respiratória, motora e avaliação funcional no início e ao final do tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =