Cabo Frio exigirá teste negativo para turistas

Turistas que queiram entrar na cidade de Cabo Frio terão que apresentar o teste negativo para Covid-19. A medida começa a valer a partir da próxima segunda-feira (11). A decisão foi publicada ontem após ser definida em reunião entre o prefeito José Bonifácio e os membros do Gabinete de Soluções Contra a Covid-19. A medida está prevista no decreto municipal 6.434/2021.

Aqueles que chegarem em ônibus de turismo ou que tiverem reservas em meios de hospedagem deverão apresentar teste negativo ou não-reagente para entrar na cidade. Além dos passageiros, motoristas e guias também deverão estar com o exame, de qualquer tipo disponível nos laboratórios. Se alguém não tiver o teste em mãos ou apresentar exame positivo, ônibus não poderá entrar na cidade e todos os passageiros deverão retornar.

As pousadas, hotéis e hostels deverão cobrar o teste no momento da chegada do hóspede. Cada local de hospedagem terá que elaborar um relatório diário de entrada e saída dos visitantes, com cópia dos respectivos testes de quem estiver chegando. Equipes da Vigilância Sanitária farão a fiscalização diretamente nos locais.

Para o novo secretário de Saúde, Felipe Fernandes, a medida deve colaborar para evitar que pessoas contaminadas pelo novo coronavírus entrem na cidade.

“É muito importante que todas as decisões sejam tomadas tendo, como foco principal, os índices de contaminação e de leitos hospitalares disponíveis na cidade. Cabo Frio fica super lotada nesta época do ano, e não há leitos suficientes para atender a um grande aumento na demanda. Não podemos colocar vidas em risco. Por isso, é necessário fazer esse controle da entrada de visitantes”, considera o secretário.

O novo Gabinete de Soluções Contra a Covid-19 que é formado por oito membros do governo municipal e oito da sociedade civil, se reunirá uma vez por semana para avaliação e atualização das medidas.

Vacina em Arraial

A Fundação Butantan deu retorno positivo ao pedido feito pelo prefeito de Arraial do Cabo, Marcelo Magno. Ele enviou um memorando solicitando 100 mil doses da vacina Coronavac.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + quinze =