Cabo Frio: a volta aos caminhos da história

Amanhã a Prefeitura de Cabo Frio vai retomar o projeto Caminhos da História. A concentração está marcada para as 9h, com saída às 10h, da frente do Museu de Arte Religiosa e Tradicional (Mart) de Cabo Frio, no bairro Itajuru. Paralisado desde junho deste ano, ele foi lançado no primeiro semestre de 2017 e consiste numa caminhada pelo complexo histórico central da cidade.

Inicialmente realizado pela Secretaria de Cultura, com apoio da Universidade Estácio de Sá, a partir de agora o Caminhos da História também passa a ser realizado pela Secretaria de Turismo, através da Superintendência de Turismo Histórico e Social. A rica história que compõe a cultura, a memória e o surgimento de Cabo Frio será contada através dos monumentos, pontos históricos e ruas do município.

A programação de amanhã faz parte da Primavera de Museus, realizada anualmente pelo Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio e pelo Instituto Brasileiro de Museus. O percurso inclui Morro da Guia, Fonte do Itajuru e Praça Porto Rocha, finalizando no São Bento. Segundo o superintendente de Turismo Histórico e Social da Secretaria de Turismo, Paulo Cotias, normalmente é preciso fazer inscrição prévia para participar do projeto, mas, desta vez, basta que os interessados compareçam ao Museu.

Quando surgiu, o Caminhos da História era voltado exclusivamente para estudantes da rede municipal de Cabo Frio, mas devido à procura também por parte da população, a participação está aberta a outros segmentos, inclusive para hóspedes da rede hoteleira da cidade. “Para as próximas edições estamos colocando um número de Whatsapp (22 99951-0293) à disposição para informações, parcerias e agendamentos”, informou Paulo Cotias, lembrando que é aconselhável o uso de roupas e calçados confortáveis, protetor solar e cuidados com a hidratação durante o passeio.

Outro projeto que será realizado em parceria pelas secretarias de Turismo e de Cultura de Cabo Frio é o Serviço de Atendimento ao Turismo Histórico, que terá início a partir de 1º de outubro, a princípio no corredor histórico do Centro da cidade, que engloba o Forte São Mateus, a Fonte do Itajuru e o Charitas. Pelo projeto, a equipe da Superintendência de Turismo Histórico e Social vai atuar nesses três pontos fazendo o receptivo de turistas, estudantes e moradores, todas as segundas, quartas e sextas, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

“Além disso, na última quarta-feira de cada mês, às 17h, a equipe da Fonte do Itajurú fará o projeto ‘História no Pôr do Sol’, com visitação ao Morro da Guia, e um bate papo sobre as histórias e memórias daquela localidade, sempre acompanhada de um toque de arte e cultura”, explicou Cotias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 4 =