Butantan: Niterói tem interesse em doses que podem ser desprezadas pelo Governo

Niterói reafirmou o interesse de compra de 1,1 milhão de doses das 54 milhões que o Instituto Butantan vai produzir. O anúncio foi feito pelo prefeito Axel Grael depois que o Instituto anunciou a possibilidade de negociar a Coronavac diretamente com estados e municípios caso o governo federal não demonstre interesse.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou nesta sexta-feira que o governo federal se manifestou sobre a compra do lote com 54 milhões de doses da vacina Coronavac e que deve assinar o contrato na terça-feira (2). Os imunizantes são desenvolvidos pelo instituto em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.


“Com relação à contratação adicional das 54 milhões, alguns minutos atrás recebi uma comunicação da pessoa responsável pelo departamento de logística do Ministério da Saúde avisando que o contrato será assinado na terça-feira da próxima semana”, disse Covas. “É uma notícia que todos nós esperamos que se concretize”, destacou.


Segundo Axel, caso a cidade consiga adquirir as doses, será possível pôr em prática o plano municipal de imunização, que colocava categorias como os profissionais de educação e de segurança pública nos grupos prioritários:

“Desde o início, Niterói está lutando para salvar vidas e agora não vai ser diferente. Precisamos agilizar a vacinação, ter a garantia da chegada das doses para colocar em prática nosso plano de imunização. Queremos proteger nossos idosos. Profissionais da Saúde, Conservação e limpeza urbana, Educação, Transportes e tantas outras categorias têm pressa. A Prefeitura de Niterói tem pressa. Estamos tratando de vidas! Já que o governo federal está nesse impasse para adquirir as vacinas, eu volto a afirmar a intenção de compra para vacinar toda a população de Niterói”, disse Axel em sua rede social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 7 =