Bruno Ribeiro, subsecretário de Educação de Niterói, morre de Covid-19


Morreu, na noite deste sábado (15), aos 36 anos, o subsecretário municipal de gestão escolar da educação de Niterói, Bruno Ribeiro. Ele estava internado desde 30 de abril em um hospital da Zona Sul de Niterói diagnosticado com a Covid-19. Foi intubado no dia 6 desse mês e acabou não resistindo às complicações da doença. Ele deixa a esposa, Lorena, e a filha, Giovana.

Na última gestão do prefeito Rodrigo Neves, Bruno foi presidente da Fundação Municipal de Educação (FME). Antes de assumir a presidência da FME na gestão Rodrigo Neves, ele exerceu na fundação os cargos de superintendente administrativo, orçamentário e financeiro da FME e subsecretário de Educação.

Na última eleição municipal, em 2020, Bruno foi candidato à vereador pelo partido dos Trabalhadores, obtendo 1.710 votos, ficando com a 2ª suplência do partido.

Além das funções que exerceu na administralçao pública, Bruno era advogado e prestava consultoria nas áreas jurídica e de gestão pública empresarial.

A prefeitura de Niterói se pronunciou em nota. “Lamentamos profundamente o falecimento do subsecretário municipal de Gestão Escolar da Educação de Niterói, Bruno Ribeiro, vítima de complicações decorrentes da COVID-19. Bruno foi presidente da Fundação Municipal de Educação (FME) e trabalhou de forma incansável por Niterói. Ele participou ativamente de grandes avanços na área em nossa cidade. Bruno também exercia a advocacia. Sempre foi muito solícito e acessível para todos, será lembrado com muito carinho e respeito. Ele deixa uma filha e uma esposa. Nossos sentimentos aos amigos e familiares”.

O prefeito Axel Grael anunciou que decretará luto de três dias na cidade. “

Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do nosso subsecretário de Educação, Bruno Ribeiro, mais uma vítima da Covid-19. Bruno nos deixa um exemplo de amor e dedicação à causa pública, da educação, da justiça, da boa política e da democracia. Que sua luta pela vida nos inspire e nos dê ainda mais forças para continuarmos a perseverar no combate a esta maldita doença. Toda a minha solidariedade à Lorena, à pequena Giovana e a toda a família deste amigo que, certamente, ainda construiria uma grande obra como gestor público”.

O Deputado Estadual Waldeck Carneiro, que aniversariou neste sábado, também se manifestou: “Bruno Gonçalves Ribeiro, meu jovem e querido amigo, descansou hoje. Meu leal companheiro há quase vinte anos! Partiu no meu dia para que ficássemos sempre unidos! Gestor público dedicado, advogado militante, apaixonado pela educação, área que abraçou com intensidade, dando inapagável contribuição à expansão da rede municipal de Niterói, no governo Rodrigo Neves. Minha solidariedade à professora Lorena, sua companheira de toda a vida, à pequena Giovanna, única filha do casal, e à sua mãe, Sandra, que perdeu seu único filho. Niterói chora um filho valoroso, que foi de estagiário a presidente da Fundação Municipal de Educação, em apenas 12 anos. Bruno fará falta na trincheira em defesa da educação pública, nestes tempos de insensatez, negacionismo e irresponsabilidade, tristes marcas do governo federal em face da pandemia. A vida de Bruno e de milhares de outras pessoas poderiam ter sido poupadas se, desde o início, a pandemia tivesse sido enfrentada, pelo governo Bolsonaro, com seriedade, cientificidade e humanismo. Em memória de Bruno Ribeiro, seguiremos nossa luta por vacina para todas e todos!”

A vereadora Verônica Lima, do PT, também se pronunciou sobre a morte de Bruno: “É com imenso pesar que fiquei sabendo da partida do nosso grande companheiro de luta, Bruno Ribeiro. Bruno era militante do Partido dos Trabalhadores, subsecretário de educação de Niterói e um amigo querido. Dedicou sua vida à luta pela garantia de direitos aos cidadãos, para que todos e todas pudessem ter acesso à nossa sociedade de uma maneira justa e digna. Faleceu vítima das complicações causadas pela Covid-19, mas a luta dele continuará para sempre presente em nossos corações. Vá em paz, querido amigo! Por aqui, nós vamos honrar o seu legado na luta cotidiana pela construção de um mundo melhor e mais justo!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 5 =