Brasileiro Yuri Mansur se classifica para a final do hipismo

Tóquio 2020

O cavaleiro Yuri Mansur será o representante do Brasil na final individual dos saltos no hipismo nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Na noite de hoje (3) no Japão (manhã no Brasil), ele zerou o percurso no Equestrian Park e garantiu a vaga na briga por medalhas. A final está marcada para amanhã (4), às 19h do Japão (7h de Brasília). O outro brasileiro na prova, Marlon Zanotelli, cometeu uma falta e por pouco também não se classificou. Somente os 30 melhores conjuntos, dos 73 participantes, avançavam para a decisão.

“Foi muito bom, tive tranquilidade no percurso. A única dúvida que eu tinha era no triplo e tomei a decisão certa. Meu cavalo (QH Alfons Santo Antonio) saltou bem em todo o percurso. Ele estava assustado quando fui perto do primeiro obstáculo. Ele é um cavalo sensível, só que é muito valente e dá o máximo dele, sempre”, disse Yuri.

Por decisão da equipe técnica do hipismo brasileiro, somente dois cavaleiros foram inscritos na disputa individual. Como a competição por equipes passou para depois da individual, além de ter mudado o formato, os cavaleiros Rodrigo Pessoa, com Carlitos Way, e Pedro Veniss, com Quabri de L’isle, foram poupados. O qualificatório da disputa por equipes está marcado para sexta-feira. e a final, no sábado.

Pela primeira vez na prova de saltos do hipismo em Jogos Olímpicos, as equipes contam com quatro atletas, sendo três titulares e um reserva. Este último pode ser escalado ainda após o início da competição. Na disputa por equipes, no novo formato, não haverá descarte, ou seja, serão computados os três resultados. Anteriormente entravam quatro conjuntos e a cada rodada havia o descarte do pior resultado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.