Brasileiro passa mal e queniano vence maratona em Tóquio

Tóquio 2020

O queniano Eliud Kipchoge foi o vencedor da maratona dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, prova tradicional, que abriu o último dia de competições, na noite deste sábado (7), no Brasil, manhã de domingo (8), no Japão. O holandês Abdi Nageeye ficou com a medalha de prata, enquanto o bronze foi do belga Bashir Abdi.

Como Tóquio vive um verão dotado de forte umidade, o que provoca intenso calor, a prova de 40km foi disputada nas ruas de Sapporo. Ainda assim, o forte calor provocou 30 desistências, entre elas dos brasileiros Daniel Chaves e Daniel Nascimento. Nascimento figurou, por alguns mnutos, na liderança da prova, mas acabou se sentindo mal e desistiu, precisando de atendimento médico. Ele está estável.

O único corredor brasileiro a completar a corrida foi Paulo Roberto de Paula, que terminou em 69°, cruzando a linha de chegada em 2h26min08s. Ainda nesta madrugada, o Brasil disputa dois ouros. Com a seleção feminina de vôlei e com a brasileira Bia Ferreira, no boxe feminino.

Foto: Divulgação/COI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.