Brasil vence a China e conquista ouro inédito no goalball masculino

Nove anos depois da derrota na final dos Jogos Paralímpicos de Londres o Brasil finalmente conquistou a tão sonhada medalha de ouro no goalball masculino. Ela veio com uma campanha impecável que culminou com a vitória, na manhã desta sexta-feira (3), sobre a China por 7 a 2. Assim, Romario Marques, Leomon Moreno, Josemarcio Sousa, o Parazinho, José Roberto de Oliveira, Emerson da Silva e Alex de Melo, comandados por Alessandro Tosim, escrevem seus nomes na história da modalidade.

A partida, como não poderia deixar de ser, começou sob muita tensão. As duas defesas estevam muito equilibradas durante todo primeiro tempo, praticamente sem dar brecha para os arremessos rivais. Parazinho de um lado e Hu Mingyao do outro, ambos camisa cinco, mandavam os mais perigosos, porém Leomon e Lai Liangyu também estavam fortes no jogo. Mas foi o pivô Romario Marques quem abriu o placar a 2min06 do fim. Ele surpreendeu com um arremesso pelo meio que matou a defesa chinesa. Parazinho marcou o segundo a 1min38 do fim, levantando a torcida, composta por integrantes da delegação brasileira no Hall C do Makuhari Messe, em Chiba, província vizinha a Tóquio. Yang Mingyuan quase descontou ainda no primeiro período, mas Parazinho fez um difícil bloqueio em dois tempos.

Atrás no placar, a China passou a arriscar mais no começo do segundo tempo. Foi quando Hu Mingyao cometeu uma penalidade que Leomon não perdoou, marcando o terceiro gol para a Seleção Brasileira. Em seguida, foi Parazinho quem cometeu uma penalidade, e Mingyuan aproveitou. A 9min44 do fim, Leomon anotou o segundo dele e o quatro do Brasil, ampliando a vantagem para 4 a 1. Poucos segundos mais tarde, Mingyuan fez um golaço em uma bola cruzada que entrou no cantinho direito da meta brasileira. Era uma final e a China não desistiria tão fácil. No entanto, o Brasil tirou proveito do desespero chinês e Parazinho marcou seu segundo gol, o quinto da seleção, em uma bola chorada, que custou a entrar.

O Brasil entrou na metade final da decisão do ouro do goalball masculino dos Jogos Paralímpicos com três gols de vantagem. A cerca de seis minutos do fim (cada tempo tem 12), Parazinho fez uma importante defesa com os pés, no canto direito que levantou a torcida. O Brasil ampliou ainda mais a vantagem quando Leomon marcou o sexto em cobrança de penalidade. Parazinho perdeu um novo pênalti a três minutos do fim, mas a medalha de ouro já estava praticamente garantida. A Seleção Brasileira ainda teve tempo para marcar o 7º gol, a cinco segundos do fim, com Parazinho. Após nove anos de espera, o Brasil finalmente conquistou a sonhada medalha de ouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =