Brasil terá quatro duplas no Mundial de vôlei de praia

A fase de grupos do torneio feminino no Campeonato Mundial de vôlei de praia 2019 terminou ontem, em Hamburgo (Alemanha). O Brasil entrou em quadra duas vezes, com vitória de Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), que saiu na liderança da chave, e revés de Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), que avançou em segundo. Ágatha/Duda (PR/SE) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) já estavam classificadas em primeiro de suas chaves.
A primeira fase eliminatória – dezesseis avos de final ou Round 32 – acontece hoje, com 16 partidas de ‘mata-mata’ que antecedem as oitavas de final. Os confrontos são definidos em sorteio direcionado, com os times mais bem colocados enfrentando aqueles que se classificaram com os piores resultados.

Fernanda e Bárbara mantiveram os 100% de aproveitamento ontem ao superarem as finlandesas Lahti/Parkkinen por 2 sets a 0 (21/15, 21/17), em 36 minutos de duração. Fernanda Berti foi a maior pontuadora do duelo, com 17 acertos (15 ataques e dois bloqueios). Ela comentou a vitória e a primeira fase concluída de maneira invicta.

Carol Solberg e Maria Elisa, que vinham de duas vitórias, acabaram superadas pela primeira vez em Hamburgo. Elas levaram o duelo para o tie-break, mas perderam por 2 sets a 1 (22/24, 21/14, 9/15) para as norte-americanas Larsen/Stockman, em 51 minutos. Maria, maior pontuadora do duelo com 25 acertos, comentou a partida.

O torneio agora entra em fase eliminatória e quem perde se despede da disputa. Para avançar à final é necessário vencer o Round 32, oitavas, quartas e semifinais. Se os quatro times do Brasil vencerem na próxima rodada, não existe chance de cruzamento do país nas oitavas de final, mas os times podem se enfrentar a partir das quartas de final.

Somando os naipes masculino e feminino, o Brasil soma 12 medalhas de ouro, nove de prata e dez de bronze nas 11 edições realizadas. Brasil contra Estados Unidos foi a final mais repetida na história, tendo acontecido em sete oportunidades. O Campeonato Mundial é o principal torneio da temporada, com uma premiação total de US$ 1 milhão e a maior pontuação ao ranking da temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 17 =