Brasil tem pior média móvel de casos desde março

Depois de atingir 500 mil vítimas da Covid-19 no fim de semana, hoje o país alcançou 73.564 na pior média móvel de casos, desde março (25% no comparativo com 14 dias atrás). Isso significa que o contágio está aumentando e volta a se aproximar do pior ritmo já visto.

Entre domingo (20) e hoje (21) foram registradas 899 mortes por Covid-19 totalizando 502.817 óbitos. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 2.059.

De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril. Já o número de casos chegou a 17.969.806 depois que o Brasil registrou 43.413 entre domingo (20) e hoje (21).

Segundo o Conass, a taxa de letalidade do coronavírus no Brasil é de 2,8% e a taxa de mortalidade por cada 100 mil habitantes é de 239,2.

O estado do Rio de Janeiro registrou menos de mil óbitos

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES) registrou, entre domingo (20) e hoje (21) 883 novos casos e 17 mortes, totalizando 933.112 casos confirmados e 54.267 óbitos por coronavírus no estado desde o começo da pandemia. A taxa de letalidade da covid-19 no Rio está em 5,82%, a maior do país. Entre os casos confirmados, 868.747 pacientes se recuperaram da doença.

Segundo o painel de dados desenvolvido pela pasta, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para a covid-19 no estado é de 65,3%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria é de 41,7%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 7 =