Brasil chega a 450 mil óbitos pela Covid-19

Na corrida pela imunização para que o país possa conter o avanço da contaminação do coronavírus e diminuir o número de óbitos, o Brasil chega atrás mais uma vez. Menos de um mês após atingir a marca de 400 mil mortos, no dia 29 de abril, o país ultrapassou hoje a marca de 450.026 óbitos em decorrência da Covid-19. Foram 841 mortes entre ontem e hoje. O número foi atingido um dia depois do presidente Jair Bolsonaro participar uma motociata no Rio de Janeiro que, segundo os organizadores, juntou 10 mil pessoas, promovendo aglomeração onde muitas pessoas não usavam máscara, inclusive o presidente.

Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.881. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia são 16.121.136 brasileiros que já tiveram ou têm o novo coronavírus. Sendo 37.563 desses confirmados entre domingo (23) e ontem.

A marca dos primeiros 100 mil óbitos no Brasil foi atingida quase 5 meses, 149 dias, após a primeira pessoa morrer pela doença no país. Dos 100 mil para os 200 mil, passaram-se outros cinco meses, 152 dias. Mas para chegar aos 300 mil, foram necessários somente 76 dias, número que agora caiu quase pela metade.

Estado do Rio se aproxima de 50 mil óbitos

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES) registrou desde o início da pandemia, 844.442 casos confirmados e 49.539 óbitos por coronavírus no estado. Entre ontem e hoje foram contabilizados 3.962 novos casos e 24 mortes. A taxa de letalidade da covid-19 no Rio está em 5,87%, a maior do país. Entre os casos confirmados, 781.387 pacientes se recuperaram da doença.

Segundo o painel de dados desenvolvido pela pasta, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para a covid-19 no estado é de 82,8%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria é de 61,0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 6 =