Brasil busca fechar ano com chave de ouro contra Argentina

Classificada matematicamente para a Copa do Mundo de 2022, no Catar, a Seleção Brasileira busca encerrar o ano com chave de ouro, com uma vitória no clássico contra a Argentina. O jogo está marcado para terça-feira (16), às 20h30, no Estádio Bicentenário, em San Juan (ARG).

A concretização da vaga para a próxima Copa do Mundo saiu dos pés de Lucas Paquetá, que marcou o único gol na vitória sobre a Colômbia por 1 a 0, na Neo Química Arena, em São Paulo, em duelo válido pela 13º rodada das eliminatórias sul-americanas.

Emocionado, o meio-campista não escondeu a felicidade de participar de um momento tão especial vestindo a camisa do Brasil. Após o jogo, Paquetá celebrou o feito e descreveu o sentimento de marcar a história com a camisa Amarelinha. Este foi o sexto gol em 27 jogos com a equipe principal.

“É um choro de felicidade pelo momento que eu tenho vivido. Estou muito feliz de estar vivendo esse momento com a camisa da Seleção Brasileira e com a camisa do Lyon. Então, foi uma emoção de muita alegria e eu espero continuar fazendo o meu trabalho bem feito”, conta.

Figura frequente nas recentes convocações de Tite, Paquetá celebrou o feito mas pregou cautela quando se trata de uma vaga na equipe que disputará a Copa do Mundo. Para o meio-campista ainda há um logo caminho até o Mundial e, que agora, o grupo está focado no clássico diante da Argentina.

“A classificação é fruto de um trabalho que a gente vem construindo desde muito tempo. Esse era o nosso principal objetivo, classificar o Brasil para a Copa do Mundo e, graças a Deus, a gente conseguiu fazer isso. Agora é continuar pensando jogo a jogo, temos a Argentina pela frente, então é descansar para fazer um grande jogo e seguir trabalhando, buscando espaço para que, se Deus quiser, realizar esse sonho (de ir à Copa do Mundo)”, finalizou.

Edenilson – Para a partida de terça-feira Tite contará com Edenílson. O meio campista do Internacional foi chamado após a suspensão de Casemiro pelo acúmulo de cartões amarelos.

Conforme anunciado pelo coordenador da Seleção Brasileira, Juninho Paulista, na ocasião do anúncio da lista de jogadores para a data Fifa de novembro, os clubes brasileiros foram avisados de que atletas que atuam no Brasil poderiam ser convocados caso ocorressem lesões ou suspensões dentro da lista original.

Juninho comunicou ao Internacional sobre a convocação do atleta e disse que não houve oposição do clube. Edenílson não perderá nenhum jogo por sua equipe porque só vai se apresentar neste domingo (14), um dia após a partida do Internacional contra o Athletico Paranaense, pelo Campeonato Brasileiro.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + dez =