Brasil ainda precisa de 180 milhões de doses de vacina

Para concluir a vacinação de toda a população adulta do país até outubro, como está sendo prometido, o Brasil precisa de mais 180 milhões de doses de vacinas nos próximos três meses. O volume é quase o dobro do número de doses que o país conseguiu até agora em seis meses de vacinação.

Quem fez o cálculo foi o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas. Ele acha que o país pode enfrentar dificuldades para alcançar a meta.

Para alcançar a logística, Dimas Covas sugere que o Programa Nacional de Imunizações faça parcerias com o setor privado, como as farmácias, para ampliar a vacinação.

Dimas Covas também acredita que o próximo desafio da imunização em todo o mundo vai ser a necessidade de aplicar doses anuais de reforço da vacina contra a covid, assim como acontece contra a gripe. E defendeu que a Butanvac, vacina que está sendo desenvolvida pelo instituto mas que ainda está em fase de testes pode ser uma alternativa barata e acessível para resolver o problema, mas para isso, a Anvisa ainda precisa autorizar o uso emergencial do imunizante caso ele se comprove eficaz.

O Butantan já começou a produção de doses da vacina antes mesmo da aprovação. Segundo o Instituto já foram produzidas pelo menos 7 milhões de doses do imunizante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =