Botafogo recebe propostas por Gatito, mas segura negociação

A diretoria do Botafogo recebeu sondagens pelo goleiro paraguaio Gatito Fernández nesta semana. O interesse de um clube italiano e de um clube português, que não tiveram os nomes revelados de maneira oficial, movimentaram os bastidores em General Severiano. O vice-presidente de futebol Gustavo Noronha e o diretor de futebol Anderson Barros levaram o caso ao presidente Nelson Mufarrej. Porém, o mandatário sinalizou de forma negativa.

Pelas sondagens, o Botafogo receberia cerca de R$ 15 milhões pela liberação de seu titular. O dinheiro daria um importante gás para o pagamento da folha salarial do departamento de futebol e de funcionários. Porém, Mufarrej prefere não tomar uma decisão importante dessas em um momento que o clube vem tratando de mudanças administrativas para que um fundo de investimentos, liderado pelos irmãos Moreira Salles, assuma os rumos do futebol.

Além disso, a saída do lateral-esquerdo Jonathan, negociado ao Almería, da Espanha, por um valor abaixo da expectativa, repercutiu muito mal junto aos torcedores, que protestaram em redes sociais. Influenciadores digitais ligados ao Alvinegro também consideraram a transação absurda, pois o clube recebeu menos de R$ 3 milhões pelo jogador. Existe o temor de que os protestos aumentem em caso de uma transação envolvendo o goleiro titular.

O Botafogo volta a campo apenas na próxima segunda-feira, quando recebe a Chapecoense a partir das 20h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro argentino Joel Carli, preservado na derrota de 2 a 0 para o Corinthians, e o meia João Paulo, que cumpriu suspensão no mesmo confronto, voltam a ficar à disposição de Barroca. O volante Alex Santana, se recuperando de dores na coxa direita, será reavaliado pelo departamento médico. Hoje, o plantel trabalha na parte da tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *