Bolsonaro inflama apoiadores ao ameaçar STF durante manifestação

Em discurso feito a apoiadores durante manifestação nesta manhã (7), em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ameaçou o Supremo Tribunal Federal (STF). Ao lado do presidente estavam os ministros da Defesa, Walter Braga Netto; do Trabalho, Onyx Lorenzoni; da Justiça, Anderson Torres, e o vice-presidente Hamilton Mourão.

Bolsonaro, contudo, não citou nominalmente o STF, em sua fala. “Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos Três Poderes continue barbarizando a nossa população. Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil. Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos”, disse.

Em seguida, o presidente inflamou seus apoiadores ao afirmar que “Não podemos admitir que uma pessoa coloque em risco a nossa liberdade”, em comentário possivelmente direcionado ao ministro Luiz Fux, presidente do STF, e ao ministro Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito que investiga o financiamento e organização de atos contra as instituições e a democracia.

“Nós todos aqui, sem exceção, somos aqueles que dirão para onde o Brasil deverá ir. Temos em nossa bandeira escrito ordem e progresso. É isso que nós queremos. Não queremos ruptura, não queremos brigar com poder nenhum. Mas não podemos admitir que uma pessoa turve a nossa democracia. Não podemos admitir que uma pessoa coloque em risco a nossa liberdade”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =