Bolsonaro chama repórter de ‘idiota’ no Nordeste

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou um repórter de idiota quando perguntado sobre uma foto na qual aparece segurando um cartaz em formato de um documento de CPF com a tarja “cancelado” por cima. O episódio aconteceu após sua participação na inauguração da duplicação de um trecho da BR-101 entre os estados da Bahia e do Sergipe, nesta segunda-feira (26).

A foto foi tirada na última sexta-feira (23), no Amazonas, quando participou de um programa da TV A Crítica. Durante a entrevista, o presidente afirmou que pode usar as Forças Armadas contra as medidas restritivas decretadas pelos governadores.

As redes sociais repercutiram a imagem, onde internautas faziam associações do jargão “CPF cancelado”, que significa a morte do portador do documento. à gíria utilizada pelas milícias e aos quase 400 mil mortos em decorrência da pandemia do Coronavírus. Ao ser questionado sobre o que aquela imagem significaria, Bolsonaro se irritou: “Você não tem o que perguntar, não? Deixa de ser idiota”, disparou.

Assim como fez durante sua passagem no Amazonas, ontem, Bolsonaro voltou a atacar prefeitos e governadores dizendo que eles tentam impor uma “ditadura” no país com as medidas restritivas para combater a transmissão do vírus. Novamente, o presidente disse que pode tomar medidas contra a postura dos governadores. “Está chegando a hora do Brasil dar um novo grito de independência, porque não podemos admitir alguns ‘pseudogovernadores’ impor a ditadura no meio de vocês, usando do vírus para subjugá-los. As Forças Armadas estão aí para cumprir a lei e a ordem e para cumprir integralmente a nossa Constituição”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =