Boletim Rio Exporta destaca segmentos que tiveram alta nos embarques

A balança comercial fluminense registrou superávit de US$ 2,2 bilhões de janeiro a abril de 2021. Com exportações totais de US$ 9 bilhões e importações de US$ 6,8 bilhões, o Rio manteve-se como o segundo player entre os estados do país com maior fluxo internacional, registrando uma corrente de comércio de US$ 15,8 bilhões.

“São sinais tímidos de retomada, devido ao impacto forte da pandemia. Mas registramos evolução positiva mês a mês. O superávit passou de R$ 1,6 bi no trimestre para R$ 2,2 bi no quadrimestre”, analisa Giorgio Luigi Rossi, coordenador da Firjan Internacional. 

O boletim de comércio exterior Rio Exporta, elaborado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), mostra que as vendas do estado do Rio cresceram 1% no acumulado anual, como reflexo do aumento de 2% nas exportações de produtos básicos, sendo a maioria pertencente à indústria de petróleo e gás (77%).

Além disso, outras indústrias fluminenses também apresentaram alta nos embarques, como Metalurgia, com crescimento de 33% (US$ 837 milhões) e Máquinas e Equipamentos, com aumento 24% (US$ 132 milhões). Em relação aos principais produtos, as vendas de torneiras, válvulas e dispositivos semelhantes registraram o maior crescimento no período (235%), seguido por veículos de carga (106%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 7 =