Fiocruz orienta prefeitos eleitos e reeleitos sobre a Covid

O mais recente boletim do Observatório Fiocruz Covid-19 orienta prefeitos eleitos e reeleitos, em novembro, para o combate a doença nos municípios brasileiros. No alerta, a Fiocruz antecipa que possivelmente o número de internações hospitalares e em UTIs, deve aumentar simultaneamente nos grandes centros e interior.

Nas orientações a instituição recomenda ações de abordagem da população, territorial e comunitária. Pesquisadores ressaltam a importância do envolvimento da Atenção Primária à Saúde nos municípios. O Fiocruz recomenda ainda a realização de “campanhas de prevenção de riscos para conter o crescimento de casos e de óbitos”, acrescentando que a difusão de informações deve abranger todos os meios de comunicação disponíveis.

Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ

Também é enfatizado a importância da participação dos municípios na conservação dos lotes de vacinas recebidos, na sua aplicação (organizar as instalações e capacitar o pessoal de saúde) e monitoramento de eventos adversos, prevendo-se a necessidade de duas doses e priorização de grupos mais vulneráveis. Ao mesmo tempo alerta que “a proximidade ou início da vacinação na população não permite afrouxamento das medidas de prevenção, controle e acompanhamento”.

O boletim foi realizado por uma equipe multidisciplinar de pesquisadores da instituição, voltada para o estudo da Covid-19 em suas diferentes áreas e divulgado a cada 15 dias pela Fiocruz. Ele apresenta um panorama geral do cenário epidemiológico da pandemia com indicadores-chave, tais como de taxa de ocupação e número de leitos de UTI para Covid-19, além de dados de hospitalização e óbitos, que incluem casos severos da doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =