Bodyboard: atleta de Niterói mira em título mundial

O nome Luis Eduardo Melo Francisco pode não ser muito conhecido, mas o seu apelido Dudu Pedra é cada vez mais ouvido pelas praias do mundo. Com uma bagagem de mais de 30 anos de bodyboard, o atleta de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói, alcançou um feito inédito: pela primeira vez em anos, o Brasil tem um nome que figura entre os cinco melhores atletas de bodyboard do mundo. Agora, o atleta se prepara para embarcar para Austrália, para a próxima etapa do APB World Bodyboarding Tour, onde tenta uma colocação para sonhar com um título do mundial do esporte.

“Competi em casa (Itacoatiara) e fiquei em segundo, a última etapa foi no Chile e fiquei entre os cinco primeiros. Agora tudo vai depender dessa penúltima etapa, na Austrália. Se for bem, há grandes chances de ficar entre os três primeiros ou até sonhar com um título. Está tudo conspirando a favor, tenho esperança que o título pode sair”, contou confiante Dudu Pedra.

Desde 2008 nenhum atleta brasileiro fica no top 5 mundial. Depois do circuito de Itacoatiara, Dudu chegou a liderar o ranking, mas por conta da etapa do Chile acabou caindo para quinto lugar. Ele embarca para Austrália no final do mês, mas a última etapa só acontece em outubro na Espanha. “Se eu parasse agora e não fosse em nenhuma das duas já estaria garantido entre os 20 melhores, mas está tudo conspirando a favor. Tenho esperança que o título pode sair, tudo vai depender das Ilhas Canárias (Etapa da Espanha)”.

Mas para chegar até onde chegou foram anos de caminhada e ondas. Luis Eduardo vive do esporte desde muito novo, seja competindo, produzindo material para canais esportivos ou dando aula. “Hoje o bodyboard está alcançando cada vez mais lugares, é um esporte muito atrativo, que rende imagens plásticas. E para quem quer entrar neste mundo há espaço. Existe muita coisa além de competir, mas é bom estar preparado para não trabalhar apenas dentro d’água”, aconselhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *