Blocos icônicos se unem em decreto #FANTASIAPODESIM

A Oficina de Alegria, em comemoração aos seus 10 anos, lança a partir dessa sexta-feira (12), o decreto carnavalesco #FantasiaPodeSim. A iniciativa, que irá até o dia 16 de fevereiro (quarta-feira), busca uma grande onda de ressignificação do espírito de carnaval para 2021. A campanha será divulgada por meio de um vídeo-decreto apoiado por representantes de blocos de rua de São Paulo e Rio de Janeiro, incluindo os promovidos pela Oficina de Alegria (Bangalafumenga, Bloco do Sargento Pimenta, Os Capoeira e Fogo & Paixão), além do Ilú Oba de Min, Agora Vai, Lua Vai, Bloco Pilantragi, Filhos de Gil, Me Lembra que eu vou, Ritaleena, Jegue Elétrico, Bloco do Síndico, Chega Mais e Ressaca do Diabo.

O manifesto poético #FantasiaPoseSim decreta que a partir de sexta-feira (12), está liberado celebrar o carnaval fantasiado dentro de casa, com toda segurança, seja para o home office ou para curtir esses dias permanecendo em seus lares. Com a participação de influenciadores como Bielo Pereira, Gab Hebling, Silvanny Sivuca, Mateus Vireiadulto, Juliana Nicoli e O cara do Cartaz, o decreto ainda permite aos foliões participar de um “desfile virtual de fantasias”. Ao compartilhar uma foto ou vídeo fantasiado em sua própria rede social e marcar com a hashtag #FantasiaPodeSim, a pessoa terá a chance de ver a sua publicação repostada nas redes sociais da Oficina de Alegria e de alguns dos parceiros envolvidos no projeto.

Ampliando a comunicação digital com seu público, a Oficina de Alegria ainda promoverá uma série de conteúdos alusivos ao carnaval, entre os dias 12 e 16 de fevereiro. Nas páginas oficiais da produtora (Instagram, Youtube e Facebook), serão postados diversos informativos sobre como curtir o carnaval dentro de casa, com interação junto ao público, dicas de filmes, documentários e séries sobre o tema.

A Oficina de Alegria, produtora fundada há 13 anos pelos sócios Alan Edelstein, Flavia Doria, César Pacci e Fernando Pegoretti, completa em 2021 dez anos de Carnaval de Rua em São Paulo. Os fundadores deixaram suas carreiras em empresas tradicionais para se dedicarem ao desenvolvimento de projetos que têm como missão criarem momentos de conexões e alegria, por meio da cultura, para o público ou empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =