Biometria: TRE diz que mensagem sobre multa é falsa

A biometria em São Gonçalo ainda não pegou. Apesar do TRE-RJ ter cadastrado cerca de 37 mil eleitores, o número representa apenas 5% do eleitorado total no município. Iniciado em setembro de 2015, o procedimento ainda não é obrigatório para os eleitores locais, mas a Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores antecipem sua ida aos cartórios a fim de evitar filas no futuro.

Para agendar o atendimento, o interessado deve acessar www.tre-rj.jus.br/agendamento ou ligar para (21) 3436-9000. O procedimento é simples, rápido (dura menos de 15 minutos) e o eleitor já sai do cartório com o título e apto para votar pelo sistema de identificação biométrica. No momento do atendimento, o eleitor deverá ter em mãos, documento de identidade oficial, comprovante de residência recente e o título de eleitor (se possuir).
Todos os eleitores de São Gonçalo podem realizar o cadastramento, inclusive aqueles cujo voto é facultativo, como os menores de 18 anos, os maiores de 70 anos e os analfabetos. A meta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é de que todos os eleitores do país estejam cadastrados até 2022.

BOATO
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) esclarece que é falsa a informação, que vem circulando em aplicativos de mensagens e redes sociais, de que os eleitores que não realizarem o cadastramento biométrico terão de pagar multa no valor de R$ 150 e terão seus documentos cancelados. Só há cobrança de multa, no valor de R$ 3,51 por turno, caso o eleitor não tenha votado nem justificado em pleitos anteriores.

Atualmente, a biometria é obrigatória apenas em dois municípios do estado: Rio das Ostras (prazo final em 9 de dezembro) e Queimados (prazo final em 17 de março de 2018). Os eleitores que não realizarem a revisão biométrica nesses municípios terão o título cancelado e, além de ficarem impossibilitados de votar nas próximas eleições, não poderão tirar passaporte, prestar concurso público ou obter empréstimos em bancos oficiais, entre outros impedimentos.

Nos demais municípios do Estado onde a biometria já está disponível, como na Capital, o cadastramento ainda não é obrigatório, mas, para evitar filas no futuro, a Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores compareçam o quanto antes nos cartórios eleitorais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *