Biblioteca comemora aniversário de Joaquim Manuel de Macedo

Em comemoração ao aniversário do patrono da Biblioteca Municipal de Itaboraí, Joaquim Manuel de Macedo, celebrado no próximo dia 24, a Prefeitura de Itaboraí, por meio da Biblioteca irá realizar uma programação especial, com diversas atividades gratuitas oferecidas ao público, nos dias 22 e 23 de junho.

Na quinta-feira, a partir das 10h acontecerá uma visita orientada com a servidora Alexandra Barbosa, saindo da Biblioteca para o busto de Joaquim Manuel de Macedo e o Centro Histórico, localizados na Praça Marechal Floriano Peixoto. A visita trará informações históricas, curiosidades e noções de preservação do patrimônio histórico e artístico. Após, já no salão principal da Biblioteca será exibido o documentário “Vida e Obra de Joaquim Manuel de Macedo”, bate papo com o professor Carlos Alexandre Chavão e apresentação da peça “O Título”, com direção de Zeca Palácio.

Às 14h, haverá contação de histórias, em uma tenda montada na Praça Marechal Floriano, próximo ao Busto de Joaquim Manuel de Macedo, visita orientada, mais uma vez o documentário, e bate papo com a professora Regina Ferreira.

Neste dia também acontecerá uma exposição de obras raras do autor, contendo os títulos: “A carteira do meu tio”, “Rosa”, “A Namoradeira”, “A Moreninha”, “Uma pupila rica” e “A luneta mágica”. Além do acervo da primeira Biblioteca Popular Itaboraiense, fundada por Joaquim Manuel de Macedo, em 1873.

Já no dia 23, a programação começa às 9h, simultaneamente acontecerá contação de histórias no Espaço Macedinho, na Biblioteca e visita orientada pelo centro histórico, finalizando com documentário e bate papo. Às 14h acontecerá visita orientada, documentário e bate papo. Às 18h, a apresentação da peça “O casamento na Roça”, no palco ao lado da Paróquia de São João Batista. E finalizando às 20h, com a exposição “Lala entre Amigos Especiais”, com mostra de telas de Larissa Martins, portadora de necessidades especiais. E exibição de vídeo motivacional sobre superação.

Segundo o diretor da Biblioteca, Joaquim Manuel de Macedo foi fundamental para a história de Itaboraí e contribui até os dias de hoje para o reconhecimento da cidade. Afinal, ele é autor de uma grande obra reconhecida na literatura brasileira, “A Moreninha”. “Nosso objetivo é manter viva a memória de Joaquim Manuel de Macedo, principalmente, para a população local”, destaca Wanderson Silvas.

História
Joaquim Manuel de Macedo nasceu em Itaboraí, no dia 24 de junho de 1820, foi romancista, poeta, cronista literário, dramaturgo e patrono da cadeira número 20 da Academia Brasileira de Letras. Sua obra é extensa e fez grande sucesso na época. Havia, entre os críticos, o argumento de que ele abusou do sentimentalismo ao gosto popular, daí seu enorme sucesso de público.

Os críticos, entretanto, não negam que Macedo foi cronista aberto e analítico do Rio de Janeiro do final do Império. Sua grande importância literária está no fato de ser considerado um dos fundadores do romance no Brasil e, certamente, um dos principais responsáveis pela criação do teatro no Brasil. A Moreninha foi à primeira obra da Literatura Brasileira a alcançar êxito de público e é um dos marcos do Romantismo no Brasil.

Além desta, Macedo escreveu ainda outros, dezessete romances, dezesseis peças de teatro e um livro de contos. Em 07 de Setembro de 1873, foi fundada a Sociedade da Biblioteca Popular Itaborahyense por Joaquim Manuel de Macedo. Em homenagem ao ilustre literato itaboraiense, em 21 de Março de 1939 a Biblioteca Municipal foi denominada Biblioteca Municipal Joaquim Manuel de Macedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *