Batalhões se mobilizam e promovem palestras contra roubos residenciais

Augusto Aguiar –

Aconteceu na manhã de hoje e ocorre novamente amanhã, de 9h às 12h, na sede do 12º BPM os Ciclos de Palestras Segurança Condominial, voltadas para moradores, porteiros, síndicos e funcionários de condomínios residenciais da cidade, com objetivo de prevenir a incidência de roubos em casas e prédios, que já fizeram várias vítimas no município, inclusive nos últimos dias. Na mais recente delas, na noite de domingo, uma família foi mantida refém por bandidos que usavam toucas ninja num imóvel situado na Rua Maestro Carlos Monteiro de Souza, no Cafubá, Região Oceânica. As vítimas retornavam de carro de uma igreja quando foram rendidas pelos marginais.

Na semana passada, em Piratininga, proprietários de um outro imóvel surpreenderam uma dupla de chilenos que invadiu a residência para furtar objetos. Os dois foram presos por policiais da 81ª DP (Itaipu), que também registraram o segundo caso no intervalo de uma semana. Quem ministra as palestras preventivas no 12º BPM é o subtenente PM da reserva, Ricardo Garcia.

“As palestras, com cerca de duas horas de duração, são divididas com uma parte motivacional, que visa tornar o morador ou o profissional mais eficaz. O morador, o porteiro e o síndico precisam saber da importância da união dos três”, explicou Ricardo Garcia, acrescentando que as inscrições, que são gratuitas, podem ser feitas no site do 12º BPM, visando as próximas turmas, nos dias 26 e 27.

Mobilizações nesse sentido também estão sendo realizadas em outros batalhões no Estado, como no 23º BPM (Leblon), que encerra hoje os três dias de uma jornada pedagógica de Qualificação em Segurança Predial desse ano. Desde segunda-feira, foram realizados treinamentos e instrução, voltados ao aprimoramento dos serviços prestados pelos colaboradores que exercem funções em portarias e guaritas, por exemplo. A jornada foi realizada na sede do Batalhão do Leblon, que contou com uma turma de 40 participantes, designados por administradores e síndicos da Zona Sul do Rio.
Na manhã de ontem, dessa vez na Baixada Fluminense, agentes da 53ª DP (Mesquita) prenderam Luiz Gonçalves Gomes dos Santos. Localizado em Nova Iguaçu, durante a Operação Repressão Qualificada, contra ele havia um mandado de prisão por roubo.

O criminoso é acusado de integrar uma quadrilha especializada em roubos a residências de luxo nas Zonas Sul e Oeste do estado. De acordo com a investigação, ele e outros comparsas se passavam por funcionários de empresa de TV a cabo para entrarem em condomínios. Luiz foi encontrado em uma casa na localidade conhecida como Cantão, no bairro Santa Rita. Ele usava um documento falso no momento na prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − seis =