Batalhões do 4º CPA se destacam no combate à violência no Estado

O combate à violência no estado vem fazendo com que a polícia exercite a própria superação, como ficou evidenciado no recente “ranking” divulgado pela Polícia Militar, onde os quatro batalhões que compõem o 4º Comando de Policiamento de Área (CPA) – 7º BPM (São Gonçalo), 12º BPM (Niterói), 25º BPM (Cabo Frio), e 35º BPM (Itaboraí) – aparecem entre os 10 primeiros colocados em número de prisões efetuadas, flagrantes registrados de janeiro até o último dia 5 de fevereiro. Policiais das quatro unidades prenderam juntas um total de 564 pessoas, uma média de mais de 15 conduções para autuações por dia.

O Batalhão de São Gonçalo lidera essa performance, com 170 prisões efetuadas no período, correspondendo a 5,40% a mais do que o próprio 7º BPM prendeu no mesmo período do ano passado. O 25º BPM, que atua na Região dos Lagos, prendeu 165 acusados, superando em 15,80% sua própria marca de 2017. O 12º BPM ficou na 6ª posição, com 140 prisões efetuadas e 28,70% a mais do que no ano passado, e o Batalhão de Itaboraí fechou a considerada ótima atuação do 4º CPA, aparecendo na 9ª colocação, com 99 prisões efetuadas, alcançando a maior marca de sua história, segundo o próprio comandante da unidade, tenente-coronel Marcelo Carmo. “Após análise dos dados referentes aos indicadores de criminalidade (letalidade violenta, roubo de veículos e roubo de rua), nosso planejamento operacional foi redimensionado, focando também na prevenção aos roubos de cargas, pelo que obtivemos os resultados referentes à produtividade tão relevantes e históricos”, justificou.

De acordo com números do Instituto de Segurança Pública (ISP), as quatro unidades do 4º CPA vieram construindo suas posições ao longo de todo ano passado, com totalização de 4.042 apreensões de drogas, 7.978 prisões em flagrante e cumprimentos de Mandados de Prisão, 1.612 apreensões de adolescentes infratores e cumprimentos de Mandados de Busca e Apreensões, 203 autos de resistência (confrontos), e 6.871 registros de recuperação de veículos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 14 =