Batalhão Florestal volta à Fazenda Colubandê

Augusto Aguiar –

Cinco anos depois de ser desativado na gestão do então governador Sérgio Cabral, o Batalhão de Polícia Florestal e Meio Ambiente (BPFMA) está voltando para a Fazenda Colubandê, em São Gonçalo. O anúncio foi feito, na última segunda-feira (25), pelo coronel Mário Fernandes, do comando de Polícia Ambiental (Cepam), em solenidade comemorativa pelos 30 anos de fundação da corporação, realizada no anexo da fazenda, apontada como um dos marcos da arquitetura do município. Porém, nos últimos anos, o conjunto arquitetônico colonial está sofrendo com o abandono. O principal comentário na solenidade foi que da Fazenda Colubandê o Batalhão Florestal jamais deveria ter saído.

Entre os convidados estava também o coronel da reserva, Sérgio Arouca, que foi o primeiro comandante da unidade. Há cinco anos, o BPFMA foi transformado em unidade intermediária e o efetivo de 350 homens acabou transferido. O jornal A TRIBUNA, em várias suas edições, retratou o estado de abandono que se encontrava o conjunto arquitetônico, sem amparo das autoridades, sobretudo da Capela de Santana, que sofreu com a depredação praticada por vândalos e invasores do terreno, que foi tomado por um matagal. Em seu discurso, o coronel Mário Fernandes afirmou que depois de cinco anos o BPFMA volta à Fazenda Colubandê, de onde “jamais deveria ter saído”, frisando sua importância para a história da PM, lembrando ainda que no local também funcionou o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e posteriormente, por mais de 20 anos, o BPFMA. Ele agradeceu à sensibilidade do comandante-geral da PM, coronel Wolney Dias, que assinou o ato que levou a corporação de volta ao antigo prédio. Mário Fernandes disse ainda que esse retorno será gradual porque há necessidade de muitas obras de restauração no prédio principal e na própria Capela de Santana.

“A volta do Batalhão Florestal para a Fazenda Colubandê é importante tanto para São Gonçalo quanto para o Estado do Rio. Estamos reformando a Vila Olímpica, na área da fazenda. A presença da PM trará a sensação de segurança. Vamos mobilizar o Departamento de Parques e Jardins para ajudar a PM a recuperar o local”, detalhou o prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci. Há 30 anos o Batalhão Florestal foi criado, no governo de Wellington Moreira Franco (1987/1991), com o comandante-geral da PM na época, coronel Manoel Elísio dos Santos Filho. O coronel Sérgio Arouca, hoje na reserva, foi o primeiro comandante do BPFMA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =