Base da PM do Palácio ainda sem data para sair do papel

Desde 2014 os policiais militares que atuam no Morro do Palácio, no Ingá, esperam pela construção de base de alvenaria. Atualmente, os militares do 12º BPM (Niterói) ocupam um contêiner no topo da comunidade, onde pode abrigar três homens no ‘dormitório’. Em 2015, a prefeitura informou que tinha um projeto de construção da nova base, com previsão de começar no segundo semestre do mesmo ano, porém, já chegamos ao segunda metade de 2016 e nenhuma parede foi levantada.

Atualmente, os policiais contam com uma beliche e uma cama, um armário de ferro, um micro-ondas e uma televisão. No segundo contêiner abriga os banheiros e lavabos. Segundo o comandante do batalhão de Niterói, coronel Fernando Salema, os conteiners são provisórios, como aconteceu em outros casos (no Morro da Lagoinha, no Caramujo por exemplo). “Temos bases de alvenaria em outros locais, como no Caramujo e no Fonseca. Para que isso se repita no Palácio, a gente depende de outros órgãos”, falou o comandante.

De acordo com alguns policiais, a estrutura fixa facilita o trabalho dos militares que podem oferecer mais segurança para a população. A expectativa é que a base no Morro do Palácio seja semelhante ao entregue pela Prefeitura na companhia da Lagoinha, que ficou operando em um contêier por cinco meses no ano passado. A base tem uma área de 25 metros quadrados, divididos por uma recepção, dormitório, cozinha e banheiro. Tem uma varanda e terraço com paredes de contenção reforçada.

A Prefeitura de Niterói informou que ainda procura uma área no local e que seja aprovada pela PM para que a base seja construída

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *