Bando do trator ataca outra farmácia em São Gonçalo

Augusto Aguiar –

Uma modalidade de crime que está se tornando quase rotina em São Gonçalo segue desafiando a polícia. Bandidos, que também estariam ligados ao tráfico de drogas, estão atacando estabelecimentos comerciais durante a madrugada para roubar caixas eletrônicos. Para isso, estão utilizando retroescavadeiras e, com elas, também destroem a fachada dos comércios, quase sempre farmácias e postos de combustíveis, onde os terminais 24 horas estão instalados. Comentários de fontes policiais atribuem a sequência de roubos de caixas eletrônicos, assim como a incidência de roubos de cargas, a traficantes do Complexo do Salgueiro, liderados pelo criminoso conhecido por 2N. Ligado à facção criminosa Comando Vermelho (CV), o Disque Denúncia oferece recompensa de R$ 10 mil por informações que levem a prisão do traficante, que contaria com grande número de aliados fortemente armados.

Na madrugada de quinta-feira (13) cerca de 30 bandidos, divididos em vários carros, motos e um trator, bloquearam a Rua Felipe Mascarenhas, uma das vias mais conhecidas, na entrada do bairro Amendoeira. Em seguida removeram do caminho o único obstáculo que havia entre eles e um caixa 24 horas: a fachada da Farmácia Droga Brasil. Usando a “pá mecânica”, retiraram o caixa do estabelecimento, arrastando-o para fora do local, esmagaram a parte superior do terminal e levaram a parte inferior, onde estava armazenado o dinheiro. O montante do roubo não foi divulgado pela polícia. Pela manhã, policiais do 7º Batalhão estiveram no local e foram informados que a quadrilha era numerosa e bem armada (cerca de 30 bandidos portando fuzis). Eles chegaram por volta das 3 horas e parte do bando bloqueou as duas extremidades da Rua Felipe Mascarenhas, dando suporte para a ação dos demais comparsas, que removeram o caixa de dentro da farmácia, destruindo a fachada. O estrago causado pelo bando deixou moradores estarrecidos. Preferindo não se identificar, eles afirmaram que acordaram com forte barulho na madrugada, mas temendo pela segurança acharam melhor não aparecer no portão ou janelas das casas.

“Era o único caixa eletrônico instalado aqui na região. Certamente vai prejudicar as pessoas que precisam utilizá-lo para alguma emergência. Ele havia sido abastecido na noite de quarta-feira, antes de fecharmos e de alguma forma os criminosos já estariam sabendo desse fato. Se esses bandidos estão praticando esse tipo de crime com tanta frequência é porque o sistema de segurança está deficitário”, afirmou o proprietário da farmácia, preferindo não identificar-se. Ele acrescentou que, sem ter contabilizado o prejuízo com os produtos, seu prejuízo com os danos dentro de seu estabelecimento ficaria em torno de R$ 20 mil. Peritos do Instituto Félix Pacheco (IFP) estiveram no local e foram embora sem dar declarações. Segundo informações a farmácia possuía um sistema de câmeras de segurança, que pode ter registrado imagens da quadrilha e deve ajudar a polícia numa possível identificação.

Entre os meses finais do ano passado e o primeiro trimestre desse ano, a polícia já registrou diversos arrombamentos para roubos de caixas eletrônicos em bairros de São Gonçalo, parte deles com os marginais utilizando tratores como ferramenta de destruição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *