Bandidos do CV estavam indo do Salgueiro para a Alma antes de tiroteio

A região do Complexo da Alma, em São Gonçalo, pode estar prestes a viver uma nova guerra entre facções criminosas. Na última sexta-feira (20), a Polícia Militar foi informada pela Polícia Civil sobre uma movimentação de traficantes no Complexo do Salgueiro. Um cerco foi montado da região de Itaoca para evitar a saída dos criminosos por aquela área.

De acordo com informações da polícia, o grupo liderado por Ricardo Severo, o Faustão, e Lenilson Ferreira Fernandes, o Pivete, estaria se deslocando em direção à Alma a fim de evitar uma possível retomada da região por traficantes da facção Terceiro Comando Puro (TCP). No começo de 2021, a região foi palco de intensos confrontos armados entre traficantes dos dois grupos criminosos.

Os confrontos de sábado terminaram com a morte de João Vitor de Oliveira Santiago, de 17 anos, atingido por uma bala perdida. O corpo do rapaz foi sepultado no domingo (22). Além dele, outro jovem, Alexander Carvalho Ribeiro Motta, de 19 anos, foi atingido por bala perdida durante o confronto. Ele está internado no Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê, também em São Gonçalo e seu estado de saúde é considerado “ótimo”.

O Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, vive, novamente, cenário de desavenças entre duas lideranças da organização criminosa que atua no local. Investigações policiais dão conta de que Antônio Ilário Ferreira, o Rabicó, e Faustão não estariam mais “falando a mesma língua”. Em paralelo a isso, a criminalidade segue avançando de maneira desordenada no complexo de comunidades, que pode se tornar o maior do Rio de Janeiro, apontam fontes ligadas às forças de segurança.

Rabicó e Faustão são ligados à mesma facção criminosa: o Comando Vermelho (CV). No entanto, este último teria tomado atitudes, de alguns meses para cá, que estariam desagradando ao “Coroa”. De acordo com apuração feita pela polícia, Faustão estaria abrigando, na região da Ilha de Itaoca, dentro do Complexo do Salgueiro, outros dois traficantes que, embora também sejam ligados ao CV, teriam histórico de desentendimentos com Rabicó.

São eles Pivete e Dalton Luiz Vieira Santana, o DT. Pivete é apontado como líder da organização criminosa na comunidade da Coreia, também em São Gonçalo, cuja peculiaridade está na prática de roubo de carga ter superado os lucros do tráfico de drogas, segundo aponta a Polícia Civil. Já DT é o chefe do tráfico na favela Kelson’s, Zona Norte do Rio, e acusado de ter executado a própria namorada, a jovem Bianca Lourenço.

A desavença entre Rabicó e Faustão remete ao ano de 2019, quando outras duas lideranças do CV em São Gonçalo protagonizaram um “racha”. Na ocasião, Schumaker Antonácio do Rosário, o Piloto, foi morto por seu ex-aliado Thomas Jayson Viera Gomes, o 2N. Este último acabou trocando de facção, “pulando” para o Terceiro Comando Puro (TCP), onde ficou até ser morto durante operação policial na região de Cabuçu, em Itaboraí.

População sofre

Além dos constantes confrontos, a população da região é oprimida pelos grupos criminosos, que passaram a atuar na modalidade de “narcomilícia”. Os traficantes também estariam cobrando por serviços como água, luz e internet. Além disso, o grupo criminoso também lucra através de alugéis cobrados sobre casas construídas por eles em áreas de proteção ambiental (APAs), o que denota o crescimento desordenado da comunidade.

Comandante do 7º BPM faz alerta

Procurado pela reportagem, o tenente-coronel Gilmar Tramontini, comandante do 7º BPM (São Gonçalo), afirmou que segue com ações de patrulhamento para coibir as atividades criminosas. Contudo, ele ressalta que o tráfico de drogas é uma questão social, que requer medidas para além das ações realizadas pela PM. “Faço um alerta para o crescimento desordenado do Salgueiro. Se nada for feito, ninguém segura. A solução para esse problema não passa pelas mãos da PM”, frisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =