Bandidos atacam a tiros velório de militar que morreu afogado

Militares do exército e familiares do soldado que morreu afogado na segunda-feira (4), foram atacados a tiros por criminosos na terça-feira (5), enquanto acontecia o velório do rapaz. A cerimônia ocorreu no cemitério Parque da Paz, no Pacheco, em São Gonçalo.

Segundo a Polícia Militar (PM), equipes do 7º BPM (São Gonçalo) foram acionadas para checar uma possível ocorrência envolvendo disparos de arma de fogo nas imediações do cemitério, onde ocorria o sepultamento do militar do Exército. Não houve registro de feridos ou presos no incidente. O policiamento foi reforçado na região.

Relembre o caso

Um Inquérito Policial Militar foi aberto para esclarecer as circunstâncias da morte, na tarde da última segunda-feira de um soldado do Exército, que servia no 21° Grupo de Artilharia em Campanha. Ele morreu afogado na Praia do Forte Barão do Rio Branco, em Jurujuba. A informação foi confirmada pelo Comando Militar do Leste (CML), através de nota oficial. A identificação do militar não foi divulgada.

“A família do militar está recebendo todo apoio do Serviço de Assistência Social e religioso da unidade militar. Os integrantes do CML sentem-se consternados pela perda e rogam a Deus pelo conforto da família enlutada”, afirmou o CML, em nota oficial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 10 =